menu

Sergipe

19/06/2015


Forró Caju começa hoje e abre temporada dos festejos juninos

Basta chegar o mês de junho que o céu da praça dos mercados ganha um colorido especial. As bandeirolas, típicas dos festejos juninos, são os primeiros sinais de que o Forró Caju está sendo montado. Mesmo sendo um dos símbolos do São João, a maior festa do Estado não se organiza apenas com elas. Toda uma estrutura de palcos, camarotes, segurança e alocação de vendedores, entre outros detalhes, vão se incorporando aos poucos para, enfim, no grande dia da abertura da festa, agradar o público e encantar os corações movidos pelo ritmo do forró.

O Forró Caju 2015 começa hoje e segue até o dia 29 deste mês e toda a estrutura necessária para abrigar os forrozeiros recebeu os últimos retoques e reparos nesta quinta. De acordo com Elaine Moura, gerente de produção da empresa Agogô, uma das responsáveis pela estruturação do evento, estão trabalhando cerca de 300 funcionários. “Temos uma equipe ágil e pensamos em todos os detalhes para que a festa fosse realizada de forma segura e seguindo todas as orientações do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e outros”, destacou.

Além dos dois palcos principais, Luiz Gonzaga e Dominguinhos, o Forró Caju ainda conta com o Casarão da Clemilda, o Palco Gerson Filho, camarotes, incluindo o para deficientes e também os espaços do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Conselho Tutelar, Polícia Militar e demais órgãos que trabalham para assegurar a tranquilidade da festa.
“Este ano, o espaço onde acontece o Forró Caju vai sofrer algumas alterações de acordo com a solicitação do Corpo de Bombeiros. O Conselho Tutelar mudou de local, está mais acessível, e houve a diminuição do número de camarotes. Além disso, será instalada uma espécie de rota de segurança no espaço que o público ocupa entre os dois palcos principais. Será colocada uma separação para facilitar o acesso do Samu ou qualquer outro órgão que precise realizar um atendimento rápido em caso de sinistro”, explicou Salomão Pereira, gerente Operacional da Agogô.

Outro ponto importante no Forró Caju 2015 diz respeito à atuação de comerciantes provisórios que estarão no espaço da festa. Em cumprimento de ordem estabelecida pelo Corpo de Bombeiros, os comerciantes não poderão utilizar gás de cozinha, isto para evitar o risco de incêndio.
Por conta das recomendações dos bombeiros, algumas partes da estruturação da festa tiveram que ser reformuladas, mas, segundo a equipe organizadora, nada que causará atraso ou transtorno para a abertura da grande festa do Estado.

 

Comerciantes satisfeitos

Ao contrário do que alguns boatos falavam, em 2015 os trabalhadores e ambulantes que atuam nas imediações do Mercado Augusto Franco continuarão a realizar suas atividades e ganhar aquele “extra” durante a maior festa junina do Estado e agora com mais segurança.

Para Dilma Maria Bittencourt, o Forró Caju sempre foi sinônimo de alegria e também de lucro, já que é durante a festa que ela ganha um pouco a mais. “Fiquei com receio de não poder trabalhar e ficar de fora do evento, mas agora estou aliviada que a prefeitura vai nos garantir mais segurança, além de ficarmos dentro da festa”, ressaltou.
Sua colega, Márcia Fonseca, que possui um bar ao lado, também ficou satisfeita. “Trabalho aqui no mercado há 16 anos e sempre participo do Forró Caju. Minha motivação, além da tradição, é justamente o ‘extra’ que ganho”, completou.

Além dos comerciantes, o Forró Caju 2015 beneficia direta e indiretamente mais de 30 mil pessoas, e faz girar na capital mais de R$ 35 milhões, através da rede hoteleira, taxistas, bares, restaurantes e músicos, entre diversos outros segmentos beneficiados.
 

Notícias relacionadas