menu

Maranhão

27/01/2017


Funcionários de afiliada da Globo entram em greve por tempo indeterminado

Funcionários da TV Mirante Imperatriz, afiliada da Globo em Imperatriz, no sul do Maranhão, estão em greve desde a última terça-feira (24) por tempo indeterminado.

Segundo o blog Na Telinha, desde esta quinta-feira, 26, apenas 30% do efetivo da emissora está trabalhando. Toda a programação local que era gerada da cidade está suspensa, e somente o sinal que vem de São Luís é exibido. No primeiro dia, 50% dos 96 funcionários da TV cruzaram os braços.

O movimento grevista reclama que o congelamento dos salários em 2015, o reajuste abaixo da inflação em 2016 e o corte do vale-alimentação na semana passada foram os motivos para a situação extrema.

O Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz afirma que todo o grupo passa por uma situação difícil, decorrente da mudança política no Maranhão. Desde 2015, o estado é governado por Flávio Dino, o primeiro não ligado aos Sarney depois de 31 anos. Com isso, ele teria deixado de investir com recursos de publicidade em demasia na TV Mirante, como era feito.

Veja o comunicado da greve na afiliada da Globo no Maranhão:

"Os funcionários do GRUPO MIRANTE de Imperatriz, estão com o vale alimentação cortado, sem nenhuma explicação por parte da empresa, por isso, os trabalhadores deflagraram greve geral.

Não podemos permitir que o trabalhador seja massacrado com a perda de benefícios adquiridos com luta e profissionalismo.

Em 2015, os trabalhadores do GRUPO MIRANTE, ficaram com os salários congelados.

Em 2016, o reajuste salarial foi abaixo da inflação. Agora em 2017, os funcionários foram surpreendidos com o corte do Vale Alimentação.

O Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz não pode admitir tais injustiças contra os profissionais da imprensa que tanto denunciam as mazelas da Sociedade".

Maranhão 247

Notícias relacionadas