menu

Brasil

07/11/2013


Geoalagoas permite troca de experiências sobre geografia e estatística

EM ALAGOAS

Organizado pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), ocorreu, nesta quarta-feira (6), o I Encontro de Técnicos e Gestores da Geoinformação (Geoalagoas). Durante o evento, realizado no Hotel Jatiúca, órgãos como o Instituto do Meio Ambiente (IMA), Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e Prefeitura de Maceió tiveram a oportunidade de discutir sobre os mecanismos de sistematização de dados e a aplicação no setor público.

A iniciativa surge como uma oportunidade para importantes discussões acerca do processo de armazenamento e divulgação de informações para toda população – que contempla desde gestores públicos a docentes e alunos de universidades.

De acordo com o secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, o encontro traz muitos ganhos a todos os participantes. “O encontro promoveu não só uma possível melhora no processo de planejamento, também fez com que houvesse troca de experiências sobre as tecnologias para monitoramento e análises no espaço alagoano”, explica Luiz Otavio.

Ele ainda afirmou que o evento tem a pretensão de disseminar a informação e criar a possibilidade de convergir esforços para o trabalho de várias organizações.

As experiências de algumas secretarias e outras instituições públicas foram mostradas no decorrer do encontro. A primeira abordagem, feita pela Professora da Ufal, Silvana Quintela, expôs o histórico e desenvolvimento do geoprocessamento em Alagoas. Outro ponto de destaque no evento foi a exposição da Polícia Militar do Estado, que discutiu as formas de utilização da geoinformação para análise criminal em Alagoas

Anipes

O I Geoalagoas ocorreu durante o encontro da Associação Nacional das Instituições de Planejamento, Pesquisa e Estatística (Anipes), que tem sua primeira edição no Estado e será realizado até o dia 8 de novembro, no mesmo local. A iniciativa tem como objetivo o desenvolvimento e compartilhamento de metodologias de produção de informação estatística para planejamento, monitoramento e avaliação de políticas públicas no Brasil.

 

Assessoria

Notícias relacionadas