menu

Brasil

21/02/2014


Governo e Veracel entregam seis agroindústrias na Região Sul do estado

BAHIA

O Governo da Bahia e a Veracel Celulose, através do edital do Pacto para Desenvolvimento da Costa do Descobrimento para apoio a empreendimentos econômicos solidários e da agricultura familiar, contemplaram seis associações do sul da Bahia com Agroindústrias Simplificadas de Hortifruticultura (ASH).

A entrega simbólica dos empreendimentos está marcada para esta sexta-feira (21), às 15h, na Associação dos Pequenos Produtores do Assentamento Luís Inácio Lula da Silva, conhecida como Lulão, na cidade de Santa Cruz Cabrália. Participam do ato o governador Jaques Wagner, o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, e o diretor-presidente da Veracel, Antonio Sergio Alipio.

O Pacto para o Desenvolvimento da Costa do Descobrimento está inserido nas ações do programa Vida Melhor. As agroindústrias são fruto da parceria entre a Veracel e o Governo do Estado da Bahia, e contribuem para o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar na região, beneficiando 300 agricultores e assentados de reforma agrária das cidades de Belmonte, Eunápolis, Porto Seguro, Itagimirim e Santa Cruz Cabrália, com investimento de aproximadamente R$ 1 milhão.

Mais eficiência

O secretário Rui Costa, que coordena as ações do Vida Melhor no estado, falou sobre a importância da ação e comemorou a concretização de mais uma etapa. “Esse é um programa que vem, de fato, melhorando a vida dos baianos e baianas. As agroindústrias vão fortalecer e dar a estes agricultores mais eficiência no trabalho e, consequentemente, mais qualidade no produto. Estamos investindo nas pessoas, capacitando, dando a elas condições de irem além, graças ao seu esforço e dedicação. É uma grande alegria fazer parte disso”, disse.

Para o presidente da Veracel, Antonio Sergio Alipio, essa parceria público privada conferiu escala às iniciativas de desenvolvimento do território promovidas pela empresa. “Por meio de apoio às cadeias produtivas regionais, cria condições para a inclusão socioprodutiva, fortalecendo a agricultura familiar e a produção de alimentos”, destaca.

As agroindústrias possuem 40 metros quadrados e podem processar diversos produtos oriundos do campo, como polpas, doces, compotas, biscoitos e frutas desidratadas, tornando possível o acesso destes agricultores ao mercados do complexo turístico de Porto Seguro.

Além do equipamento, foram realizadas, em parceria com o Sebrae-BA, cursos e oficinas para capacitação na gestão, boas práticas e produção dos diversos produtos, conforme o potencial de cada associação. As ASH também estão providas de um veículo utilitário com capacidade de 800 Kg para o transporte dos alimentos processados.

Edital para mandiocultura

Na oportunidade, o Governo da Bahia e a Veracel vão lançar edital para apoio à cadeia produtiva da mandioca, no valor de R$1,2 milhão. Está previsto neste novo edital a instalação de duas unidades de processamento para produção de farinha e demais derivados e duas de propagação rápida de manivas, a muda da raiz, além de um veículo utilitário.

Com o lançamento do novo edital, as associações interessadas em pleitear este investimento devem manifestar seu interesse por meio do preenchimento de uma ficha bem simples, disponível nos sites da Secretaria da Agricultura da Bahia, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional, da Casa Civil, do programa Vida Melhor e no da Veracel Celulose.

Parceria

O Pacto para Desenvolvimento da Costa do Descobrimento é uma parceria entre a Veracel Celulose e o Governo do Estado da Bahia. Com um investimento total aproximado de R$ 9 milhões até 2015, o Pacto irá beneficiar agricultores familiares em Porto Seguro, Eunápolis, Belmonte, Santa Cruz Cabrália, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Mascote e Canavieiras.

Esses recursos são oriundos do incentivo à exportação, previsto na Lei Complementar nº 87, de 1996 (Lei Kandir), que gera créditos do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para empresas exportadoras.

Notícias relacionadas