menu

Brasil

06/03/2014


Governo lança projeto de voluntariado para Mundial 2014

Rio Grande do Norte

A Governadora Rosalba Ciarlini lançou no final da tarde desta sexta-feira (28) o projeto voluntariado especial para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, que ocorre dentro do Programa Brasil Voluntário. A iniciativa foi firmada entre o Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (SEEL) , e a Faculdade Maurício de Nassau, criando uma rede de estudantes capacitados para receber os turistas que estarão em Natal nos jogos do Mundial. O evento desta tarde ocorreu na Arena das Dunas.

Até agora, o programa que foi formatado em apenas duas semanas, congrega 300 voluntários dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Pedagogia, Segurança do Trabalho, Direito e Marketing que estão cadastrados para participar do projeto. A ideia é que, apenas com a Faculdade Maurício de Nassau, esse número chegue a 600. O mesmo programa de voluntariado para a Copa do Mundo será apresentado em outras instituições privadas. De acordo com Joacy Bastos, titular da pasta estadual do Esporte, os voluntários são “o patrimônio do maior evento esportivo do mundo e que terá o Brasil como casa em 2014. A Governadora Rosalba Ciarlini foi insistente da causa do voluntariado e só temos a agradecer pelo carinho e confiança dos acadêmicos que aceitaram mais essa missão na vida”, declarou. Rosalba

Ciarlini enfatizou a importância dos voluntários em ações voltadas também para os horários que os jogos não estiverem sendo realizados. “Não há como negar que os voluntários são muito importantes dentro dos estádios, mas devemos nos preocupar também com os turistas que vão procurar conhecer a nossa cidade e o nosso estado. Os voluntários funcionarão como multiplicadores, explicando aos estrangeiros as coisas boas que temos como a nossa gastronomia e belezas naturais do RN, por exemplo”, disse.

Sarah Carvalho, gerente nacional de operações do Programa Brasil Voluntário, declarou que o projeto foi lançado na Copa das Confederações, em 2013, e agora está sendo ampliado para todas as cidades-sede do Mundial de futebol. Assim como ocorreu no ano passado, os voluntários recepcionarão os turistas de várias nacionalidades no aeroporto e informarão as melhores formar de chegar aos hotéis, a Arena das Dunas e aos principais centros de serviços da cidade. Além disso, outros voluntários ficarão nos centros de mídia para ajudar aos jornalistas que cobrirão o evento em Natal e demais visitantes que estarão em áreas de grande fluxo de pessoas.

André Pantoja, coordenador do programa de voluntários da Faculdade Maurício de Nassau, adiantou que o diferencial dos estudantes que fazem parte do programa é o acompanhamento dos visitantes. “A Copa do Mundo não é só o futebol. Pessoas de diversas nacionalidades estarão aqui em Natal e elas precisam receber toda a atenção possível, já que querem conhecer melhor a cidade e obter mais informações sobre diversos assuntos. Ajudar o estado nisso tem sido a nossa luta”.

José Bonetti, ex-membro da Confederação Brasil de Futebol e da FIFA durante a gestão de João Havelange, também destacou a importância dos voluntários para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. “Sei da força que a Governadora Rosalba Ciarlini fez para consolidar a Arena das Dunas. Sei do esforço para tirar o novo aeroporto do papel, assim como outras obras do acesso. Mas de nada adiantaria isso se ao chegar em Natal o turista não sentisse que foi bem acolhido ou que recebeu ajuda do grupo. Os voluntários podem garantir o retorno dos turistas mesmo após a Copa do Mundo. Basta que eles sintam que foram bem tratados aqui”, encerrou.

Notícias relacionadas