menu

Brasil

26/11/2013


Governo promove Mutirão de Assistência e Inclusão Social

Sergipe

Para garantir uma maior assistência e inclusão social ao povo sergipano, o Governo de Sergipe promoverá neste sábado, 30, no bairro Santos Dumont, na zona Norte de Aracaju, o Mutirão de Assistência e Inclusão Social (Mais). O evento, idealizado pelo governador do Estado em exercício, Jackson Barreto, reforça o compromisso da atual gestão em desenvolver atividades voltadas para atender as necessidades da população menos favorecida. Jackson também inaugurará o Centro de Esportes do Santos Dumont, às 19h.

O Mutirão de Assistência e Inclusão Social contará com uma ampla programação que será iniciada a partir das 8h, se estendendo até às 17h, na Rua Sargento Brasiliano com Capitão Manoel Gomes. Na oportunidade, serão desenvolvidos diversos atendimentos à população nas áreas da saúde, esporte e lazer, além de atenção a políticas para as mulheres.

Na saúde serão disponibilizados quatro clínicos gerais (sendo dois no turno da manhã e dois no da tarde), atendimento oftalmológico, além de diversas palestras voltadas para as doenças crônicas, saúde da mulher e gravidez na adolescência. A unidade móvel do DST/Aids também atuará no evento onde promoverá a realização de testes rápidos de Aids, Sífilis e Hepatites. Na ocasião, haverá ainda a distribuição de preservativos.

O esporte também terá vez no evento. Quem comparecer ao ‘Mutirão de Assistência e Inclusão Social’ terá a oportunidade de conferir a apresentações artísticas de alunos da rede pública de ensino, e participar de jogos educativos e de salão e oficinas de brallie e libras.
A unidade móvel do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac) também reforçará o atendimento com vários serviços, entre eles, a emissão de Carteira de Identidade e de trabalho, além de assuntos relacionados à aposentadoria, marcação de consultas médicas e exames, através do Ipesáude.

As mulheres que comparecerem ao evento terão um espaço especial voltado para a “política para as mulheres”, onde serão oferecidos atendimento psicossocial e jurídico de forma individual, além de rodas de conversas sobre o combate à violência doméstica, bem como será desenvolvido ainda um trabalho de orientação e divulgação de Programas de Formação Profissional e Autonomia Econômica das Mulheres.

Confira a programação completa do “Mais”

Ceac Móvel

-Emissão da Carteira de Identidade;
-Emissão de Carteira de Trabalho;
-Serviços variados do Detran ;
-Assuntos relacionados a aposentadoria (INSS);
-Energisa ;
-Assistência Social;
-Carteira para idosos;
-Internet Pública;
-Ouvidoria Geral do Estado (Fale Governo);
-Incra;
-Marcação de consultas e exames (Ipesaúde);
-Banese;
-Serviços do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe;

-Abertura e fechamento de firmas (Junta comercial);

Saúde

-04 médicos clínicos gerais (02 pela manhã e 02 a tarde);
-Atendimento Oftalmológico (Unidade Móvel do SENAI);
-Unidade Móvel da DST/Aids: Testes rápidos de Aids, Sífilis, Hepatites Virais (B e C);
-Distribuição de preservativos;
-Palestras sobre Aids, Sífilis e Hepatites ;
-Palestras sobre doenças crônicas, saúde da mulher, gravidez na adolescência, violência, saúde oral, alimentação saudável + avaliação nutricional, promoção de equidade e educação popular em saúde, dengue e esquistossomose, exposição de rodas;
-Aferição de pressão e glicemia;
-Escovação de dentes supervisionada e aplicação de flúor;
-Acupuntura Auricular, Massagem Corporal e Reiki;

Educação e Lazer

-Apresentações artísticas dos alunos das Escolas Públicas Estaduais (C.E. Ministro Marco Maciel, Paulino Nascimento, Gonçalo Rollemberg, Francisco Souza Porto e Senador José A. do Nascimento);
-Jogos educativos e de salão;
-Avaliação antropomédica, massoterapia;
-Oficina de Braille e libras;
-Stand com demonstração de recursos de tecnologias;
-Stand do Creese;
-Apresentação de talentos de alunos da rede estadual;
-Apresentações culturais Hip Hop;
-Jogos de salão em geral;

Políticas para as Mulheres

-Atendimento psicossocial e jurídico de forma individual;
-Rodas de conversas sobre o combate à violência doméstica;
-Distribuição de folheteria alusiva ao tema;
-Orientação e divulgação de Programas de Formação Profissional e Autonomia Econômica das Mulheres

Notícias relacionadas