menu

Internacional

06/07/2015


Grécia: FMI está pronto para ajudar Atenas se for solicitado

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse hoje (6) que está acompanhando de perto a situação na Grécia. Segundo ela, o FMI está pronto para ajudar o país se for solicitado.

No domingo, 61,34% dos gregos que participaram do referendo rejeitaram as propostas dos credores internacionais – instituições europeias e do Fundo Monetário Internacional. Após o resultado, foi agendada para amanhã (7) uma reunião de cúpula extraordinária da Zona do Euro. Posteriormente, haverá uma reunião do Eurogrupo.

"O FMI tomou nota do referendo que ocorreu ontem [dia 5] na Grécia. Estamos monitorando a situação de perto e estamos prontos para ajudar a Grécia se assim for pedido", disse, por meio de nota, a diretora do FMI.

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, pediu demissão, depois de o não ter vencido no referendo nacional. Ele disse que após serem anunciados os resultados do referendo, foi informado de certa preferência de alguns participantes do Eurogrupo, e de vários parceiros, pela sua ausência nas reuniões.

"Uma ideia que o primeiro-ministro considerou ser potencialmente útil para que se conseguisse chegar a um acordo. Por esse motivo, deixo o Ministério das Finanças hoje”, disse Varoufakis, em seu blog, depois de ter feito o anúncio em sua conta no Twitter.

Agência Brasil

Com informações da Agência Lusa*

Notícias relacionadas