menu

Internacional

01/07/2015


Grupo rival mostra execução de terroristas do Estado Islâmico em vídeo

Um grupo terrorista que luta contra o Estado Islâmico (EI) na Síria capturou, matou e filmou militantes do grupo sunita da mesma maneira que os soldados do EI ficaram famosos por fazer. As informações são do site britânico "Daily Mail".

Vestidos com macacões laranja – vestuário geralmente usado pelas vítimas do EI – os soldados do Jaysh al-Islam levaram 13 jihadistas algemados para a morte. Os militantes capturados foram forçados a se ajoelhar enquanto o comandante anunciava: "Allah não faz uma doença sem apontar um remédio para ela".

Dia 30: Terroristas do Estado Islâmico decapitam mulheres por bruxaria

Os jihadistas – vestidos inteiramente de preto – recebem algo para beber e têm os rostos filmados claramente em um conteúdo que dura 19 minutos. Eles são, então, baleados na cabeça à queima-roupa com espingardas.

Antes de matarem os militantes, um dos soldados do Jaysh Al-Islam disse que "A calamidade para a nossa jihad hoje é ter um grupo de pessoas que cresce em um momento de divisão entre os muçulmanos."

"Eles pioraram o calvário dos muçulmanos corrompendo sua religião e modo de vida e matando os líderes jihadistas que fizeram seu melhor para ajudar nossa nação ferida", continuou o homem.

Em abril deste ano, Jaysh Al-Islam divulgou vídeo mostrando suas tropas com mais de 1.700 homens, uma frota de tanques blindados e soldados das forças especiais em uma impressionante parada militar.

IG

Notícias relacionadas