menu

Brasil

24/02/2016


Guia Turístico mostra caminhos do Nordeste além das praias

Exclusivo NOrdeste

Por Pedro Callado

A Região Nordeste possui 3338 km de praia. Todos os 9 estados são banhados pelo Oceano Atlântico e as praias são belíssimas. Viajar para o Nordeste é quase um sinônimo de conhecer uma nova praia. E, de fato, todos os estados possuem praias de tirar o fôlego que valem a viagem, mas o Nordeste tem 1,5 milhões de km² e muito mais do que praias para conhecer. A região tem chapadas, tem Cerrado, tem Caatinga, tem Rio São Francisco, tem cachoeiras, tem caverna, tem gruta, tem lago e tem serra.
O Nordeste é destino favorito dos brasileiros para passar férias, é a região que mais recebe turistas e também é destaque lá fora. Natal, capital do Rio Grande do Norte, aparece em 2º lugar, atrás apenas da Flórida, como destino internacional em uma revista da Tam Airlines. A paisagem do Arquipélago de Fernando de Noronha é mundialmente famosa. Os carnavais de Salvador e de Olinda também são famosos.
A cultura e a história do Nordeste é vasta e são várias as cidades que oferecem ao turista uma experiência agradável. Porém, muitas vezes, o mais interessante não está nas ruas de uma cidade. É preciso se embrenhar, explorar e trilhar. Ir a fundo e desbravar a natureza rica e bela entre as pedras, os rios e as rachaduras do solo sertanejo. 

BAHIA

A Bahia é o maior estado do Nordeste e tem o maior litoral entre todos os estado do Brasil: 932km. Como não poderia deixar de ser, as opções de praia durante o verão são muitas e belas. Trancoso, Morro de São Paulo, Barra Grande, Ilha de Boipeba, Arraial d’Ajuda, Itacaré, Maraú, Camaçari, são só alguns exemplos de municípios com belíssimas praias no território baiano, sem contar a própria capital, Salvador. Mas não é só de praia que a Bahia vive, afinal, são mais de 500 mil km² de território e 90% dessa área está acima de 200 metros do nível do mar.

Chapada Diamantina
A Chapada Diamantina é uma região de serras situada no centro do estado da Bahia. As opções de lazer no local são diversas e vários municípios podem proporcionar uma experiência fantástica, como Palmeiras, Andaraí e Vale do Capão. Mas a cidade de Lençóis, a 440 km de Salvador, talvez seja a que mais tem a oferecer. São inúmeras cachoeiras, grutas, cavernas e trilhas onde os turistas podem praticar canoagem, rapel, escaladas e montar a cavalo. Sem contar a bela vista dos chapadões da diamantina.

Hospedagem
• Pousada Solar Azul
• Pousada Luar do Sertão
• Pousada Vila Serrano
• Hotel dos Lençóis

SERGIPE

Do maior para o menor estado do Nordeste, Sergipe pode ser pequeno e não tem a natureza vasta da Bahia, mas tem paisagens que encantam em seus 21mil quilômetros quadrados. A capital Aracaju tem belas praias e ótimas opções de lazer, como o Oceanário, que conta com uma grande variedade de animais como tartarugas-marinha, cavalos-marinho e até tubarões. O município de Canindé do São Francisco, como sugere o nome, fica na beira do Velho Chico, rio que percorre a divisa do estado com Alagoas.

Cânion do Xingó
Na beira do São Francisco, a cidade de Canindé abriga um Museu Arqueológico que guarda alguns tesouros pré-históricos da região, como fósseis humanos e pedras com inscrições rupestres. A visita ao museu vale a pena ser feita antes de ir conhecer os cânions, já que os guias dos barcos falam dos sítios arqueológicos da região. E, evidentemente, o passeio nas águas calmas cercados por pedras é que é o grande atrativo.

Hospedagem
• Xingó Parque Hotel
• Hotel Águas do Velho Chico

PERNAMBUCO

O arquipélago de Fernando de Noronha é conhecido internacionalmente pelas suas belas praias e natureza deslumbrante. Fica a mais de 300km de distância da costa, a nordeste do Rio Grande do Norte, mas pertence ao estado de Pernambuco devido a ligação histórica de quando o estado ainda era capitania hereditária. Noronha é visita obrigatória para qualquer brasileiro, é um patrimônio nacional. Mas Pernambuco tem mais. A cidade do Recife tem praias belíssimas, mas tem também várias outras opções de lazer, como o Instituto do artista Ricardo Brennand e o Recife Antigo. A cidade de Olinda vale a visita pela cidade mais antiga do Brasil, mas também é uma boa opção para que gosta da farra dos carnavais

Rio São Francisco
O Velho Chico faz o contorno de Pernambuco onde o estado faz divisa com a Bahia. O rio percorre 2.863km até desaguar no oceano entre os estados de Sergipe e Alagoas. Em Pernambuco, Petrolina é o município que dá boas vindas ao São Francisco. Conhecer a vastidão do rio é o ponto alto, é possível visitar ilhas como a Ilha do Fogo e do Rodeador, mas o mais interessante e fazer uma passeio de barco até as partes menos urbanas e dar um mergulho. 

Hospedagem
• Ibis Petrolina
• Velho Chico Plaza Hotel
• Hotel Costa do Rio
• Reis Palace Hotel 

PIAUÍ

 

O Piauí é o terceiro maior estado do Nordeste, mas possui o menor litoral de todos os estados litorâneos do Brasil, são 66km de praia. Claro que conhecer as areias do Piauí não é uma opção ruim e os seus 4 municípios marítimos oferecem belas paisagens. Mas é no sudeste do estado, próximo a divisa com a Bahia, em São Raimundo Nonato que se esconde o maior tesouro piauense.

Parque Nacional da Serra da Capivara
Fundado em 1979, o parque oferece proteção integral à natureza da região e guarda também um dos mais importantes do patrimônio pré-histórico do Brasil. A Serra da Capivara conta com quase mil sítios arqueológicos cadastrados, sendo que 657 apresentam figuras rupestres, documentando a existência do homem e de animais pré-históricos na região. Além do valor histórico, conhecer o parque também vale pelas suas belas formações rochosas. O acesso para o parque é um pouco difícil, já que nenhuma das cidade ao redor possui aeroporto, a melhor opção é sair de Petrolina, no Pernambuco, que fica a 300km do parque, e então pegar um transporte até São Raimundo Nonato.

Hospedagem
• Real Hotel
• Hotel Serra da Capivara
• Pousada Lelinha

MARANHÃO

É inegável que o cartão postal do Maranhão está no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, situado nos municípios de Barreirinhas, Primeira Cruz e Santo Amaro do Maranhão. Os 150 mil hectares que combinam dunas de areia e lagoas naturais são de fato uma bela visão e passeio obrigatório para quem gosta de desbravar a natureza do Brasil. Mas o estado maranhense, assim como a Bahia, é vasto e tem muitas belezas naturais escondidas nos interiores.

Chapada das Mesas
O Parque Nacional da Chapada das Mesas foi oficialmente criado em 2005 e atraí muitos turistas para o sul do estado. São 160 mil hectares distribuídos entre os municípios de Carolina, Riachão, Estreito e Imperatriz. Uma das melhores opções para quem vai conhecer a Chapada das Mesas é a cidade de Carolina. O município é um dos principais pontos de apoio para os passeis turísticos e oferece a alternativa de conhecer a Cachoeira da Pedra Caída. A queda d'água é de 50 metros e os passeio entre os cânions são deslumbrantes, assim como os lagos cristalinos.

Hospedagem
• Santuário Ecológico da Pedra Caída
• Pousada dos Candeeiros
• Pousada Cachoeiras do Itapecuru

CEARÁ

O litoral cearense é o terceiro maior do Nordeste e tem algumas das praias mais belas e famosas da região. A capital Fortaleza sempre será uma excelente opção de lazer para turistas, que além das areias, tem o maior parque aquático do Brasil. Para quem não gosta de praia, a Chapada do Araripe, no sul do estado, com suas pedras, fósseis e cachoeiras, é uma ótima opção de passeio. Mas o Ceará também tem belíssimas cidades coloniais e históricas, como é o caso de Aracati, que tem algumas das mais belas praias do estado.

Canoa Quebrada
O centro de Aracati fica na beira do Rio Jaguaribe. A cidade histórica era habitada por pescadores e indígenas até os anos 70, quando os “hippies” descobriram o pacato lugar e ali decidiram ficar. As praias do município ficam a 18km de distância de sua sede. A praia de Canoa Quebrada é a mais famosa. A faixa de areia extensa é emoldurada por belíssimas falésias de cor avermelhada.

Hospedagem
• Hotel Mirante das Gamboas
• Pousada Aruanã
• Pousada Colibrí
• Pousada Tranquilândia Village 

RIO GRANDE DO NORTE

Sem dúvida alguma, Natal é uma capital deslumbrante com belíssimas praias como a do Cotovelo, Ponta Negra, Camurupim e Barra de Tabatinga, construções históricas, como o Forte dos Reis Magos, e maravilhas da natureza, como o Cajueiro de Pirangi, uma única árvore que sozinha parece ser um bosque inteiro, e obviamente as dunas de Genipabu. O passeio para conhecer as dunas inclui até a montaria de camelos. Mas seguindo o roteiro mais alternativo, existe uma outra cidade no Rio Grande do Norte que pode ser até mais encantadora.

Praia da Pipa
A famosa Praia da Pipa fica localizada no município de Tibau do Sul. Para quem não pode alugar um carro é preciso pegar um ônibus até Goianinha e de lá pegar uma van ou um taxi até a Praia da Pipa. Chegando lá é como estar em outro país praticamente. O dono do bar é argentino, a dona da sorveteria é uma belíssima italiana e o chef do restaurante é francês. Mas a vila não é o grande chamariz de Pipa, o que ganha são as praias, com destaque para a Praia do Madeiro. Situada na Baía dos Golfinhos (que não recebe esse nome à toa), é preciso descer uma longa escada de madeira para chegar nas areias ou ir de barco, mas o esforço vale à pena.

Hospedagem
• Pousada OKA da Mata
• Toca da Coruja
• Morada dos Ventos
• Zikatela Hostel 

PARAÍBA

Talvez o destino turístico mais famoso da Paraíba seja a praia de Tambaba, a primeira praia que permite a prática do nudismo no Brasil. De fato, a praia localizada no município do Conde, é atraente também pela sua beleza. Protegida por falésias e rochedos naturais, os naturistas ficam sossegados. O Conde também tem outras praias maravilhosas como Tabatinga, Jacumã e Coqueirinho. Além da areia, a Paraíba é um estado muito ligado a pré-história. Na cidade de Souza, no Sertão, encontra-se o Parque dos Dinossauros, onde existem pegadas fossilizadas dos gigantes que já andaram na Terra. Outras cidades possuem sítios arqueológicos tão interessantes como o do Piauí.

Pedra do Ingá
Existem duas cidades na Paraíba que chamam a atenção pelos seus tesouros arqueológicos, Cabaceiras e Ingá. A cidade de Cabaceiras, conhecida como a “Roliúde Nordestina”, foi cenário do filme o Auto da Compadecida possui o Lajedo do Pai Mateus, com interessantes formações rochosas. Já as inscrições rupestres estão no Lajedo Manuel de Souza. Na divisa com o Rio Grande do Norte, fica a cidade do Ingá onde fica a famosa Pedra do Ingá. Diferente das inscrições rupestres da Serra da Capivara e de Cabaceiras que são pintadas, as inscrições do Ingá são entalhadas na rocha e muito diferentes das escrituras pré-históricas. Tanto Cabaceiras quanto Ingá ficam cerca de 50km de distância de Campina Grande, que é a melhor opção para quem prefere o conforto de um hotel.

Hospedagem
• Hotel Village Premium
• Hotel Village Confort
• Majestic Hotel 

ALAGOAS

Banhada pelo Rio São Francisco em toda a divisa com o estado do Sergipe, o passeio para conhecer o cânions também pode ser realizado do lado alagoense, na cidade de Piranhas. A cidade também oferece a oportunidade de fazer a Rota do Canganço, uma trilha ecológico no meio da vegetação da caatinga. Mas não tem como pensar em Alagoas e não lembrar das maravilhosas praias e dentre elas destaca-se o “Caribe brasileiro”.

Maragogi
O estado de alagoas é banhado por praias maravilhosas e de água cristalina e em Maragogi concentra-se um grande número de corais e piscinas naturais, onde é possível mergulhar e observas as belezas submersas nas águas marinhas. O passeio até Galés, uma barreira de corais, é super indicado, entre vários peixes e crustáceos, é possível ver até peixe-boi. As paisagens são deslumbrantes.

Hospedagem
• Salinas do Maragogi
• Pousada Camurim Grande
• Pousada Barra Velha
• Hotel Areias Belas

Notícias relacionadas