menu

Brasil

09/12/2015


Ibovespa sobe mais de 4 pontos e dólar cai

 O Ibovespa dispara nesta quarta-feira (9), tendo acelerado os ganhos depois da abertura das bolsas dos Estados Unidos. A alta de hoje segue o noticiário político de ontem, com a vitória da chapa da oposição na Comissão do Impeachment naCâmara dos Deputados por 272 votos a 199. Nem a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de suspender a decisão da Câmara de aprovar a comissão foi capaz de desanimar os investidores. O mercado ainda repercute notícia de que Henrique Meirelles seria o ministro da Fazenda em um eventual governo do vice-presidente Michel Temer. Lá fora, as bolsas norte-americanas viraram para alta após um começo de sessão em queda.

Às 12h47 (horário de Brasília), o benchmark da Bolsa brasileira disparava 4,86%, a 45.158 pontos. Já o dólar comercial cai 1,92% a R$ 3,7369 na venda, enquanto o dólar futuro para janeiro de 2016 tem queda de 1,62% a R$ 3,758. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2017 recua 7 pontos-base a 15,71%, ao passo que o DI para janeiro de 2021 tem baixa de 11 pontos-base a 15,65%.

Além das notícias sobre a comissão de ontem, o mercado ainda repercute a indicação do deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) à liderança da bancada do partido na Câmara. Quintão é considerado um opositor ferrenho da presidente Dilma, de modo que a sustentação dela no Congresso ficaria ainda mais fraca com a sua indicação. Mais alinhado com o governo, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), tenta coletar assinaturas para reverter a situação.

Ações em destaque

As ações da Petrobras (PETR3, R$ 9,38, +9,72%; PETR4, R$ 7,63, +7,15%) disparam em meio ao repique do petróleo. Depois de cair 5% na segunda e mais 1% ontem, o barril do WTI (West Texas Intermediate) tem alta de 1,65% a US$ 38,14, ao mesmo tempo em que o barril do Brent sobe 1,04% a US$ 41,01.

Quem também sobe é Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 28,97, +4,77%). Dona de uma participação de mais de 10% na carteira teórica do Ibovespa, a açaõ preferencial do banco reflete, além do cenário macro, a decisão do Santander de cortar a recomendação das ações do Banco doBrasil (BBAS3, R$ 18,25, +6,85%) de compra para manutenção. Agora, Itaú é a única empresado setor financeiro com recomendação de compra.

Em queda estão os papéis de companhias exportadoras de papel e celulose como Fibria (FIBR3, R$ 49,68, -1,27%) e Suzano (SUZB5, R$ 17,80, -1,87%). Por possuírem suas receitas em dólar e custos em reais, as companhias são prejudicadas pela apreciação da nossa moeda.

Cenário externo
As bolsas asiáticas tiveram um dia misto nesta quarta-feira em meio aos dados econômicos sugerindo desaceleração da economia da China. Contudo, Xangai conseguiu fechar em leve alta de 0,09%, impulsionado pela alta das ações imobiliárias devido a expectativas de estímulo e por sinais de que as seguradoras estão disputando participações nas principais companhias do mercado imobiliário.

Vale destacar que a China orientou o yuan ao menor nível em mais de quatro anos nesta quarta-feira, por meio de uma taxa de referência diária. O dia também é de queda para os índices europeus, que seguem cautela após o sell-off da véspera e apesar da recuperação do preço do petróleo, com o brent em alta de cerca de 1% e enquanto as ações de mineradoras buscam recuperação.

Infomoney

Notícias relacionadas