menu

Brasil

31/01/2014


Infraero inicia nova etapa nas obras da pista do Aeroporto de Aracaju

Sergipe

A Infraero iniciará na próxima segunda-feira (3/2) mais uma etapa das obras de reforma e ampliação da pista de pousos e decolagens e do sistema de pátio de aeronaves do Aeroporto de Aracaju/Santa Maria (SE). O investimento é de R$ 64,2 milhões.

Para realização dos trabalhos, a pista será interditada totalmente de 4h as 10h (horário local) até dezembro de 2014. Com o fim do horário de verão, em 16/2, o horário de interdição será de 5h as 11h. Neste período, três voos foram remanejados para outros horários.

As obras contemplam a ampliação da pista dos atuais 2,2 mil para 2,78 mil metros, além da construção de novas áreas de escape, aprimorando a segurança das operações. O sistema de pistas também receberá quatro novas taxiways (pistas de manobra de aeronaves), o que trará mais agilidade às operações de pousos e decolagens. Outros serviços previstos envolvem a criação de uma área para testes de motores, a revitalização do balizamento luminoso e o recapeamento da pista.

Desde outubro, estão sendo realizados trabalhos fora da área de movimentação de aeronaves que, no momento, estão na fase de terraplanagem. Em janeiro, também foram iniciadas as obras no pátio de aeronaves. Além disso, desde o dia 16/1, houve redução de 450 metros da pista de pousos e decolagens para realização dos serviços em uma das cabeceiras, que deverão ser executados até o dia 7/3. Com a liberação desta área, será a vez da outra extremidade da pista ser reduzida em 450 metros a partir do dia 8/3 até 30/4. No entanto, as intervenções não tem impacto nas operações do aeroporto.

A previsão é de que a obra seja concluída em abril de 2015. O superintendente do Aeroporto de Aracaju, Luiz Alberto Bittencourt, reforçou que o planejamento da Infraero buscou trazer o mínimo de interferências possível. “Com a conclusão das obras, o aeroporto terá um reforço na segurança das operações e poderá inclusive receber novos voos”, afirmou.

Notícias relacionadas