menu

Paraíba

18/12/2019


Juiz mantém prisão preventiva de Márcia Lucena e encaminha prefeita de Conde para o Presídio Júlia Maranhão

Revista NORDESTE

 

Durante audiência de custódia na manha desta quarta-feira (26), no Fórum Criminal de João Pessoa, o juiz Adilson Fabrício decidiu manter a prisão preventiva decretada a prefeita de Conde, Márcia Lucena. A defesa da gestora pediu que a prisão preventiva fosse revertida para domiciliar, argumentando que os pais, já idosos, moram em Conde e não podem visitar a filha.

Em contrapartida, o juiz Adilson Fabrício negou o pedido de prisão domiciliar e definiu que Márcia Lucena seja recolhida na ala, em uma sala diferenciada, separada das outras presas no Presídio Júlia Maranhão. Adilson Fabrício entendeu que a cidade de Conde fica localizada na Região Metropolitana de João Pessoa e não há motivos para aceitar dificuldade de acesso de parentes.

A prefeita de Conde, Márcia Lucena, foi presa nesta terça-feira (17) durante a deflagração da Operação Calvário. Segundo o MPPB, a ex-secretária estadual de Educação do Governo de Ricardo Coutinho é fiel integrante da empresa criminosa, uma das principiais responsáveis pela estruturação das fraudes na educação. Escolhida para representar os interesses da organização criminosa no poder Executivo.

Notícias relacionadas