menu

Política

29/11/2019


Justiça Eleitoral rejeita as contas de Mendonça Filho

Revista NORDESTE
com Blog do Magno

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) rejeitou, na manhã desta sexta-feira (29), por 4 votos a 3, as contas  do ex-governador e ex-ministro do Governo Michel Temer, Mendonça Filho. O ato influiu sobre a campanha passada para senador da República, nas eleições de 2018. Prevaleceu o voto do relator Márcio Fernando de Aguiar.

Candidato a senador pela coligação “Pernambuco Vai Mudar”, o então deputado federal Mendonça Filho (DEM),  além de ser um dos quatro políticos milionários que postularam ao cargo, também figurou entre os que mais receberam doações para gastar com a campanha, segundo a prestação de contas divulgada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O limite de gastos para o Senado Federal nas últimas eleições ano em Pernambuco foi de R$ 3,5 milhões e as doações já feitas a Mendonça representam alta porcentagem desse teto.

Fundo Público

O DEM é o oitavo partido com a maior fatia de distribuição do total de R$ 1,7 bilhão do fundo, sendo contemplado com R$ 89.108.890,77.

Notícias relacionadas