menu

Brasil

16/05/2014


Lobão Filho realiza grande ato com presença de prefeitos da Região Tocantina

MARANHÃO

Por ser componente do segundo maior colégio eleitoral do estado, o município de Imperatriz tem se tornado a menina dos olhos de muitos políticos maranhenses. Ontem, os dois pré-candidatos Lobão Filho (PMDB) e Flavio Dino (PCdoB) estiveram em Imperatriz para reafirmar os apoios junto às lideranças locais.

A consolidação do apoio do prefeito Sebastião Madeira (PSDB) ao grupo oposicionista despertou a atenção do pré-candidato do grupo governista que agora intensifica as conversas com prefeitos da região tocantina. De acordo com o presidente do PMDB no Maranhão, Remi Ribeiro, os prefeitos de toda a região estão empenhados em apoiar o pré-candidato Lobão Filho.

Remi Ribeiro ressaltou que, apesar do recuo no apoio de Sebastião Madeira, existe um sentimento de grande adesão ao projeto por parte dos prefeitos da região tocantina e vereadores de imperatriz. “Em Imperatriz nós temos juntos ao projeto mais da metade dos vereadores da cidade. Além disso, quase todos os prefeitos da região tocantina estão conosco. O Madeira saiu, mas não levou ninguém. Dessa região, só o Madeira saiu”, garantiu Remi.

O presidente da legenda peemedebista também lembrou que as pesquisas foram mais positivas após a saída do prefeito Sebastião Madeira. “Quando a gente tinha o apoio do prefeito Madeira, a gente não passava de 12%, com o ex-pré-candidato. Agora já decolamos com mais de 23%”, disse.

O pré-candidato Lobão Filho se mostrou animado com a adesão dos prefeitos e lideranças da região. Ele disse que estava feliz com o carinho das pessoas e que estava recebendo diariamente manifestações de apoio das lideranças de toda a região tocantina.
Quanto à saída de Sebastião Madeira, Lobão Filho se mostrou tranquilo e disse que o prefeito só fala por ele mesmo. “Não teve dessa de o Madeira sair levando os outros prefeitos. Ele fala somente por ele. Então estou muito tranquilo em relação a isso”, afirmou.

O pré-candidato Lobão Filho também afirmou que não existia coerência em Madeira permanecer em seu grupo político. “Eu e o Madeira pensamos muito diferente. Temos visões de mundo diferentes. É melhor que ele fique lá aonde ele está. Ele se encaixa melhor lá. O Flávio está se cercando de pessoas desse jeito, principalmente pessoas que ele falava mal”, disse.

Participaram da reunião de delegados os prefeitos das cidades de São João do Paraíso, Campestre, Sítio Novo, João Pessoa, Ribamar Fiquene, Davinópolis, Governador Edson Lobão, Senador La Rocque, Buritirana, Cidelândia, São Francisco do Brejão, Amarante, Barra do Corda, Presidente Dutra, Bom Jardim, São Pedro dos Crentes, Senador Alexandre Costa e os deputados estaduais Léo Cunha, Antonio Pereira, Fábio Braga, Magno Bacelar, Rigo Telles e Hélio Soares. Prestigiaram ainda os deputados federais Gastão Vieira, pré-candidato a senador pelo grupo, Chiquinho Escórcio, Pedro Novais e Pedro Fernandes.

Recursos garantidos

“O Madeira está preocupado, mas não tem com o que se preocupar”, afirmou o senador Lobão Filho, pré-candidato ao governo pelo PMDB. Lobão Filho se referia ao apoio que o grupo governista deu para que o tucano conseguisse recursos junto ao governo federal.
Recentemente, a declaração de apoio do presidente nacional do PSDB em apoiar Flávio Dino (PCdoB), na disputa eleitoral de 2014, escancarou o apoio dos tucanos no maranhão ao grupo oposicionista. O prefeito Madeira, que tinha se decidido anteriormente em apoiar Luís Fernando Silva (PMDB), ex-pré-candidato ao governo, decidiu-se então por declarar apoio à oposição.

Lobão Filho declarou que estava recebendo informações de que o prefeito de Imperatriz estaria preocupado quanto ao recebimento de recursos federais já certos para o município de Imperatriz. De acordo com o senador, os recursos que hoje beneficiam a cidade foram conseguidos graças ao prestigio do grupo político ao qual pertence, já que Sebastião Madeira (PSDB) integra grupo que faz oposição ao governo Dilma, o que dificultaria o diálogo dos tucanos com a presidente.

O senador afirma que não existe e nem existirá qualquer tipo de perseguição por parte dele e de seu grupo político como forma de vingança à retirada do apoio do tucano. “Agora ele ficou preocupado, mas não existe vingança ou perseguição. Eu jamais iria prejudicar uma população de mais de 300 mil habitantes. O prefeito precisa se tranquilizar”, disse.

O pré-candidato do PMDB afirmou que a escolha do prefeito Sebastião Madeira em nada vai atrapalhar a vida dos cidadãos de Imperatriz. “O Madeira tem toda a liberdade de escolher. Mas afirmo que as 300 mil pessoas não vão pagar pela escolha política de somente um cidadão”, ressaltou.

Lobão Filho garantiu também que vai defender o município de Imperatriz, sempre que existir a oportunidade. “Se tiver algum recurso federal que possa ser contemplado pelo município de Imperatriz, eu vou ser o primeiro a defender”, finalizou. 

(O Imparcial)

Notícias relacionadas