menu

Política

02/07/2015


Luciana Santos assume a presidência do PCdoB

O presidente da República em exercício, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o Câmara, Eduardo Cuinha, prestigiaram a posse da deputada Luciana Santos na presidência do PC do B. A festa dos comunistas para sua nova dirigente reuniu também ministros, parlamentares de outros partidos e os presidentes do PT, Rui Falcão, e do PSB, Carlos Siqueira. Todos bateram numa tecla em seus discursos: a coerência do PC do B e seu papel na construção da democracia, na resistência às ditaduras, na luta pelo avanço da civilização brasileira.

Em seu discurso, Luciana também revisitou a História mas colocou o dedo nas feridas do momento, ao falar da crise e de seus elementos funestos para a democracia.

"As forças vivas do nosso país estão sendo chamadas, dentro da normalidade democrática, a defender o estado democrático de direito, porque temos a sensação de viver em um estado de exceção. A cada sinal de retomada da iniciativa política do nosso projeto, do nosso governo, a gente vê se levantar a reação em cadeia que se assiste no país; e para isso é preciso firmeza e clareza de rumo e por isso está em atividade um conjunto de ações de defesa do mandato Dilma e medidas para retomar o crescimento do nosso país", discursou a nova presidenta do PCdoB.

Ela defendeu ainda o papel do vice-presidente como articulador político do governo e destacou a importância das políticas lançadas pela presidente Dilma recentemente dentro do esforço para reverter a agenda negativa do país, como o plano de concessões, o plano safra, a agricultura familiar, o Minha Casa, Minha Vida 3 e o programa de incentivo às exportações.

Luciana é deputada por Pernambuco, já foi vereadora e prefeita de Olinda.

Em sua fala, Eduardo Cunha brincou que no PC do B, pela predominância das mulheres, daqui a pouco será preciso criar cotas para homens. A mestre de cerimônias foi Jandira Feghali, uma das mais combativas deputadas da Câmara, cuja atuação foi elogiada em recente encontro do ex-presidente Lula com a bancada petista.

Por Tereza Cruvinel

Brasil 247

Notícias relacionadas