menu

Política

30/10/2015


Lula garante que partidos populares continuarão no governo a partir de 2018

Entrevistado pelo PCdoB na Câmara nesta quinta-feira (29), o ex-presidente Lula reconhece o momento de "muita dificuldade" na política brasileira, mas ele acredita que as recentes mudanças na articulação política do governo Dilma darão um alento ao Planalto no Congresso.

"Não é um momento fácil. Possivelmente, é o momento o mais difícil da história do PCdoB e do PT, porque não estamos enfrentando um partido de oposição comum. Estamos enfrentando um massacre de uma imprensa conservadora", disse.

"Existe um massacre em cima do PT. Evidentemente, que nós também temos cometido erros. Existe discordância com relação à política econômica, e temos de fazer as correções na medida do possível e no momento correto. Temos muita divergência dentro do Congresso Nacional. É preciso que os partidos assumam a responsabilidade de funcionar enquanto partidos políticos", ressaltou.

Ainda assim, ele afirma que a presidente Dilma Rousseff "vai voltar a crescer" e deixa um recado: "Para aqueles que não gostam de nós, vão ter de conviver a partir de 2018 durante mais quatro anos com os partidos democráticos e populares na governança deste país".

Lula almoçou com a bancada do PCdoB na Câmara nesta quinta.

Brasil 247

Notícias relacionadas