menu

Maranhão

19/09/2017


MA apresenta potencialidade para organismo internacional

Com o objetivo de formar parcerias para o desenvolvimento de projetos na área de infraestrutura logística do Maranhão, um grupo de secretários de estado coordenou nesta segunda-feira (18) reunião conjunta com representantes do setor produtivo local e  técnicos do New Development Bank (NDB). Trata-se de um banco de investimentos em projetos de desenvolvimento sustentável nos países membros do Brics (Brasil, Rússia, Índia e China).

Os secretários de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, e Projetos Especiais (Sepe), Pierre Januário, apresentaram as potencialidades do Maranhão e as condições favoráveis para investimentos no Estado.

Já o presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), Felipe de Holanda, demonstrou as possibilidades de investimentos do NDB em setores estratégicos locais.

“Nós só temos condições de estar aqui hoje sentados para dialogar com instituições da importância do NDB, além de outros organismos multilaterais, porque o governador Flávio Dino tomou decisões que garantiram a saúde fiscal do Maranhão”, destacou o Secretário Simplício Araújo ao detalhar a importância de mais um encontro para ampliar os investimentos em programas e ações do governo.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Edilson Baldez (MA), ressaltou o esforço do Governo do Estado para fortalecer a classe empresarial maranhense por meio de investimentos e diálogo.

“Hoje nós vivemos um novo momento. O governador Flávio Dino criou logo no início de seu governo um Conselho Empresarial para garantir o estabelecimento de políticas de fortalecimento do setor, que tem ampliado as políticas de desenvolvimento, numa relação bastante madura e de confiança mútua no relacionamento institucional com o empresariado”, disse Baldez ao apresentar para os representantes do NDB o ambiente local favorável.

Baldez destacou ainda o esforço do Governo do Maranhão para manter o equilíbrio financeiro do Estado em meio à crise nacional: “O empresariado vê no Maranhão todas as condições criadas para ser ainda mais competitivo, tanto do ponto de vista da localização, da logística para escoamento da produção, quanto das condições de equilíbrio político e econômico”, afirmou.

O titular da Sepe, Pierre Januário, expôs as ações do Governo para garantir a estruturação do chamado Corredor Sul-Norte, que inclui a pavimentação da MA-006, uma das principais rotas de escoamento da produção agrícola maranhense: “Nós estruturamos uma agenda de diálogos com diversos agentes de fomento multilateral, envolvendo outras Secretarias de Estado nesse grande projeto indutor de desenvolvimento do Maranhão”.

“Temos confiança na viabilidade da parceria com o NDB para garantir o projeto da MA-006, além de outros programas de desenvolvimento do nosso estado”, acrescentou.

NDB e Brics

O NDB atua desde 2012 apoiando projetos de desenvolvimento econômico sustentável, sendo o primeiro banco multilateral a atuar em países membros do Brics, com 11 programas em andamento.

Para investir no Maranhão, o NDB leva em consideração a saúde fiscal e a inserção do Maranhão na “Garantia Soberana”, mecanismo do Governo Federal que é pré-requisito para a captação de recursos em projetos de desenvolvimento.

“Importante destacar que o Maranhão é um dos poucos estados que detêm a Garantia Soberana, graças às políticas de equilíbrio fiscal determinada pelo governador Flávio Dino”, disse Pierre Januário ao expor o bom desempenho econômico do Maranhão.

No Brasil, o NDB já investe R$ 300 milhões de dólares com o BNDES em projetos de energia renovável. “Depois desta apresentação temos a certeza que o Maranhão continuará seguindo o caminho do equilíbrio fiscal, alcançando ainda mais resultados de desenvolvimento. Vamos seguir em frente para sermos um grande parceiro nessa caminhada”, destacou Xian Zhu, chefe de operações do NDB.

Brasil 247

Notícias relacionadas