menu

Ceará

31/03/2015


Mãe e filhos são presos por homicídio duplamente qualificado no Ceará

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP) capturaram, na manhã desta terça-feira, 31, quatro pessoas suspeitas de matar um rapaz com 12 tiros, em uma disputa territorial por tráfico de drogas na Praia de Iracema, em Fortaleza. Os presos, uma mulher e seus dois filhos, além de uma jovem de 20 anos, confessaram parte do crime.


Segundo o delegado Leonardo Barreto, o quarteto já respondia por crimes de homicídio, tráfico, associação criminosa e porte ilegal de arma. Pelo assassinato de um jovem chamado Davi Sales de Sousa, executado em abril de 2013, eles ainda vão ser autuados por homicídio duplamente qualificado – por motivo torpe e possibilidade de indefesa da vítima.


"A investigação apontou que os quatro atraíram a vítima para executá-la, em uma região da favela. Após recolher provas, conseguimos identificar que José Anderson Silva dos Santos efetuou os disparos, mas todos participaram", explica Barreto. Anderson foi preso por volta das 5 horas da manhã, na Praia do Futuro, junto com sua mãe, Iracema Silva dos Santos, 43 anos, e o irmão José Erisvelton Silva dos Santos, 21 anos.


A amiga do trio, identificada como Francisca Mágila Cruz, 20 anos, foi localizada no bairro Genibaú, cerca de duas horas depois que os primeiros suspeitos foram presos. “Eles admitem que estavam presentes quando o Davi foi morto, mas jogam a culpa um no outro. Foi um crime violento, em que a vítima foi atingida com cerca de 12 disparos”, frisa o delegado.


Nenhuma droga foi sido encontrada com a mãe e os filhos, mas a Polícia informou que novas buscas serão feitas na região. O quarteto está detido na DHPP e será encaminhado para a Delegacia de Capturas.

Notícias relacionadas