menu

Pernambuco

23/09/2013


Mais de 2 mil famílias são atendidas com 100 barragens subterrâneas

PERNAMBUCO

ais de 2 mil famílias de agricultores familiares de 17 municípios do Sertão do Pajeú comemoram nova etapa na luta contra os efeitos da estiagem. O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Aldo Santos, assinou em Solidão, a 430 quilometros do Recife, ordem de serviço no valor de R$ 1,2 milhão para a instalação de 100 barragens subterrâneas na região.

As obras serão executadas numa parceria do Governo do Estado e a Codevasf, dentro Programa Água Para Todos, do Governo do Estado, e visa assegurar o fornecimento de água para os moradores das áreas urbana e rural dos municípios de Afogados da Ingazeira, Brejinho, Calumbí, Carnaíba, Flores, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Terezinha, São José do Egito, Serra Talhada, Solidão, Tabira, Triunfo e Tuparetama.

Durante a solenidade, o secretário destacou que o Governo do Estado está trabalhando para levar soluções definitivas para o Sertão e para o homem do campo. “A seca é uma realidade no sertão e não se pode combatê-la, mas buscar soluções de convivência com essa realidade e viabilizar a produção agropecuária na região, para que o sertanejo possa viver com dignidade no lugar em que nasceu”, salientou Santos.

“A implantação dessas barragens não é mais uma solução paliativa ou emergencial, mas trata-se de ações que estruturam o abastecimento hídrico de forma permanente”, disse o secretário. Ainda de acordo com Aldo, as ações de convivência com a seca a serem implantadas em Pernambuco visam um abastecimento descentralizado, com várias obras em todo o estado que garantam a reserva de água em cada região.

A primeira das 100 barragens subterrâneas está sendo construída na zona rural de Solidão e deve ficar pronta ainda no mês de setembro. Para a prefeita Cida Oliveira, as barragens trazem nova esperança para o município. “A obra é uma conquista e representa vida para o povo do Sertão”, falou a prefeita, acrescentando que as barragens vão trazer melhoria à atividade agropecuária, impulsionar a agricultura familiar e a economia do município como um todo.

O sistema de barragem subterrânea retém o acúmulo de água das chuvas, impedindo que água seja ela seja absorvida pelo solo. A água é armazenada em um poço no fundo da barragem, garantindo o abastecimento em períodos de estiagem.
 

Notícias relacionadas