menu

Brasil

28/04/2014


Mão Santa reafirma que não abre mão da candidatura ao Governo

Piauí

O ex-senador Mão Santa, em visita às cidades de Altos, Pau D'Arco e Cocal da Estação, reafirmou sua pré-candidatura ao governo do Estado pelo PSC é "sem volta".

“Não era meu desejo, mas, a situação que está posta e os apelos do povo e dos amigos é que me levaram a colocar o meu nome a disposição. Foi tudo mal conduzido", declarou o político.

As afirmações foram feitas neste final de semana. Na ocasião, o ex-senador também analisou seu último mandato como governador.

"Quando fui governador, governamos com amor e seriedade, criamos mais de setenta municípios. Tínhamos desenvolvimento, saúde, segurança e hoje vivemos uma barbárie. A energia era de boa qualidade e tínhamos uma administração compartilhada entre Estado e União na antiga Cepisa", destacou.

Mão Santa disse ainda que o Piauí estava em uma melhor situação diante dos outros Estados, em especial no que diz respeito à educação. "Quem não se lembra da UESPI em nosso governo dando oportunidade do filho do pobre se tornar um doutor? Estávamos na frente do Maranhão, Alagoas e a Paraíba e agora somos o último Estado nos indicadores nacionais. Precisamos de mudança".

O político, porém, enfatizou que não é contra os nomes que foram lançados ao pleito. "Não tenho nada contra os nomes que estão ai, mas, é necessário uma mudança, uma alternância. Eles representam o mesmo e nós queremos a mudança manifestada pelos jovens e senhores e senhoras que foram as ruas pedir seriedade nos serviços públicos, no emprego correto dos impostos, mais segurança, saúde e achamos que representamos este sentimento. Não há menor possibilidade de voltarmos atrás", garantiu. 

Notícias relacionadas