menu

Maranhão

11/06/2015


Maranhão registra mais de 290 mil inscritos no Enem

No Maranhão, 291.104 candidatos se inscreveram para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. O estado é o quinto do Nordeste em número de inscritos para o certame. Na região, Bahia foi o que obteve mais candidatos com 626.941; e Sergipe, o de menor número com 115.766 inscritos. No total, foram 8.478.096 de candidatos a uma vaga no Enem em todo o país, número 10,67% menor que o do ano passado, segundo balanço do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Na edição anterior, os inscritos nessa etapa somaram 9.490.952, porém, após a confirmação do pagamento da taxa, caiu para 8.722.356.
Este ano o exame apresentou mudanças nas regras que atingirá os que ainda cursam o ensino médio e isentos que não comparecerem às provas. Pelas novas regras, quem não concluir o segundo grau este ano, poderá fazer o Enem como forma de treinamento e não mais utilizar a nota para ingresso no ensino superior, como antes era permitido. Segundo o balanço do Inep, 59% dos inscritos no exame este ano já concluíram o ensino médio; 15,9% concluirá no próximo ano; e 19,6% estão com o processo em curso. Ano passado esses números eram 58,6%, 16,5% e 18,5%, respectivamente.
Mudou também os critérios para isenção. Este ano, os candidatos isentos da taxa de inscrição que não comparecerem nos dois dias de provas perdem o direito à isenção na edição do exame de 2016. O objetivo da mudança, segundo o Ministério da Educação (MEC), foi para diminuir o índice de faltosos e evitar desperdício de recursos públicos. Dos inscritos, 3.726.043 inscritos representando 43,9% declararam carência. Apenas 15,9% foram isentos do pagamento da taxa, somando 1.344.865.
O número de declarantes carentes é próximo do de pagantes – 3.407.188 – o que representa 40,2% do total.No ano anterior os números somaram 3.079.128 (32,4% pagantes), 4.986.864 (52,5% declarantes carentes) e 1.424.909 (15% receberam isenção). A maior parte dos candidatos este ano são mulheres representando 57% do total, contra 43% de homens. Índices semelhantes ao ano anterior quando 57,8% mulheres e 42,2% eram homens.
O total de candidatos que farão a prova deve ser menor que o de efetivamente inscritos, a exemplo de anos anteriores, segundo o Inep. O órgão considera a averiguação, após confirmado o número de pagantes da taxa. O prazo de pagamento do valor de R$ 63 encerrou ontem, às 21h59. Quem não realizou o pagamento até este horário teve a inscrição cancelada. Esta foi outra alteração do exame. Até ano passado, a taxa era de R$ 35. A confirmação da inscrição chegará por email e não mais pelos Correios, como foi até o ano passado. O cartão de confirmação do Enem será digital, com acesso na página do participante pela internet.
Exame
Os candidatos farão provas dias 24 e 25 de outubro, em todos os estados e no Distrito Federal. Os portões serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h – horário de Brasília. A diferença em relação aos exames anteriores é o horário de início das provas, às 13h30. O período total de duração do certame se manteve em quatro horas e meia no sábado e cinco horas e meia no domingo.
Benefícios
Quem faz Enem pode concorrer a vagas no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação. São 115 universidades públicas oferecendo vagas. Por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) o candidato pode conseguir vagas com bolsa integral ou parcial em universidades particulares. O candidato pode ainda pleitear o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas nos cursos técnicos do Sisutec – Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Quem tem mais de 18 anos, além destes benefícios, pode ainda conseguir certificação do ensino médio.

O Imparcial

Notícias relacionadas