menu

Brasil

27/11/2013


Maranhão sobe três posições no ranking das melhores escolas no Enem

Maranhão

A média das escolas maranhenses foi elevada de 478,75, em 2011, para 481,37 em 2012, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, segundo dados divulgados nesta terça-feira (26), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação.

A evolução do estado deve-se, principalmente, ao crescimento da participação das escolas da rede pública estadual de ensino no exame e à melhoria no desempenho dessas escolas no Enem 2012. O número de escolas estaduais participantes saltou de 106 para 115 escolas, em um universo de 215, em todo o Maranhão, que subiu três posições no ranking nacional.

Além disso, as escolas estaduais elevaram de 441,5 em 2011, para 449, em 2012, a nota das provas objetivas, que consideram as quatro áreas de conhecimento do Enem: ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. O cálculo não inclui a prova de redação.

Segundo dados divulgados pelo Inep, a participação de escolas nas diversas regiões do estado também melhorou. No ranking das dez primeiras escolas com melhor desempenho no estado aparecem além de São Luís, escolas de Caxias, Lago do Junco, Carolina, Bacabal e Imperatriz.

Evolução
O Maranhão também avançou na proficiência (desempenho em aprendizagem). Nenhuma escola ficou com média abaixo de 400 na média calculada pelo Inep/MEC.

Em 2011, cinco escolas estavam abaixo dessa média, dessas, três estavam entre as cinco piores do país. Em 2012, apenas uma escola maranhense ainda está entre as 20 piores da federação. A elevação do desempenho das escolas em aprendizagem ocorreu praticamente em todas as escolas que participaram do exame.

O secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, atribuiu o resultado do Maranhão ao esforço que está sendo feito para elevar a qualidade do ensino na rede, que deixa de ser isolado e passa a ser coletivo com a participação de diversos setores da sociedade, de parcerias institucionais, além das ações do Governo do Estado vem desenvolvendo para melhorar o aprendizado dos alunos, universalizar o ensino médio e fortalecer o regime de colaboração com os municípios.

“Melhoramos o desempenho das escolas da rede pública estadual, mas ainda precisamos avançar, porque o Maranhão vem demonstrando tendência de crescimento. Vamos avançar ainda mais com o compromisso do estado e de todos nós em promover a educação pública de qualidade para todos”, afirmou.

Mais destaques

O Governo do Maranhão também comemorou o desempenho alcançado no Enem 2012 pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifma), instituição parceira em diversas iniciativas. Os campi do Monte Castelo, em São Luís, e de Imperatriz integram o ranking das 10 escolas com melhor desempenho no estado.

A unidade da capital ficou na quinta colocação, com média de 612,90 pontos. Já o Campus de Imperatriz alcançou o oitavo lugar, somando 598,20.

O Governo desenvolve parcerias com o Ifma em ações como o Maranhão Profissional, Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e Pronatec Cultura, com oferta de dezenas de cursos profissionalizantes gratuitos; e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Também contribui com obras como a terraplanagem da área onde será construído o Instituto em Pedreiras, na região do Médio Mearim; e da via de acesso ao Ifma de Codó.

 

Assessoria

Notícias relacionadas