menu

Brasil

22/04/2014


Marcelo Castro diz que pesquisa não é passaporte para ser eleito

PIAUÍ

O deputado federal Marcelo Casto, pré-candidato ao PMDB ao governo do Estado disse que não crê em traição do governador Antônio José de Moraes Souza Filho, o Zé Filho (PMDB) sobre candidatura nas eleições de outubro e disse que pesquisa não é passaporte para ser eleito.

“Desconheço completamente uma candidatura do Zé Filho. Ele mesmo doente foi instigado várias vezes a dar declarações sobre isso e o que ele sempre tem dito desde a primeira entrevista é que o pré-candidato ao governo é o deputado Marcelo Castro. Ele sempre deu a mesma resposta padrão até assumir o governo e nunca titubeou, respirou outra resposta que não fosse essa. E pediu aos jornalistas após uma coletiva em sua casa, que não fizesse essa pergunta que já estava enfadonha, mas hoje ele disse de novo que trata de política”, explicou o parlamentar federal.

Sobre o resultado das pesquisas que estão sendo divulgadas, Marcelo Castro repetiu o que vem dizendo. “Em todas as cinco últimas eleições no Piauí, aquele candidato que estava em primeiro lugar nas pesquisas, no mês de abril, não venceram a eleição. Isso não quer dizer que quem está em primeiro vá perder, mas que isso não é passaporte para ser eleito”, ressaltou Marcelo Castro.  

Notícias relacionadas