menu

Brasil

03/09/2014


Marina volta atrás e diz que “pré-sal será mantido”

Candidata do PSB responde que "não é verdade" que ela não tratará a exploração do pré-sal como prioridade, mas declarou que "também haverá outras prioridades" em relação a fontes de energia, como etanol, eólica e biomassa; em sabatina ao portal G1, nesta manhã, Marina Silva reafirmou ser contra a reeleição e que pretende governar o País por quatro anos.

Questionada sobre a situação legal do jatinho em que ex-governador Eduardo Campos, do PSB, morreu, ela respondeu que caso "está sendo declarado na conta do Eduardo no TSE"; sobre se aceitará apoio do PSDB num eventual segundo turno, disse que "assunto de segundo turno a gente trata no segundo turno".

 A respeito de chances de vencer a disputa em primeiro turno, fez uma imagem: "Devemos andar de sandálias com solas de algodão", fazendo menção ao cuidado que deve ter com este tema: "Quem decide é o cidadão"; candidata voltou a afirmar que pretende governar com "pessoas de bem"

Notícias relacionadas