menu

Alagoas

05/05/2016


Ministério analisa capacidade de exportação do mel

Foco constante para o crescimento econômico, o alcance do mercado de exportação se mostra como um dos principais desafios do segmento empresarial de Alagoas. E No intuito de possibilitar a chegada da produção alagoana ao mercado internacional, técnicos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) visitaram, na manhã desta quarta-feira (4), a Apícola Fernão Velho, empresa produtora do mel de abelhas e derivados.

Marília Calheiros, uma das proprietárias do negócio familiar, apresentou os principais produtos de mercado, como o mel, o extrato da própolis vermelha e o inovador vinagre de mel, um item considerado gourmet e pensado para a diversificação do público-alvo.

A empresa, que atua no mercado há 17 anos, possui um complexo produtivo que vai desde a extração do mel, passando pela industrialização e chegando à comercialização.

Para o gerente de Prospecção e Negócios da Sedetur, Gabriel Lumba, a visita faz parte de um conjunto de ações voltadas para o incentivo da cultura exportadora em Alagoas.

"Pretendemos alcançar um protagonismo na área, fomentando a rede de novos negócios, inserindo a cultura de exportação por meio de eventos e ações, como a Chama Empreendedora e, consequentemente, desenvolvendo a economia do país", explica Gabriel.

Estiveram presentes, ainda, o analista técnico do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do MDIC, Fábio Lobato, a gerente do Centro Internacional de Negócios da Federação da Indústria do Estado de Alagoas (Fiea), Dielze Melo, e o gerente de Negócios Internacional do Banco do Brasil, Bianor Teodósio.

Programa Nacional da Cultura Exportadora

Pra discutir amplamente as ações de exportação, na tarde desta quarta-feira (4), os representantes voltaram a se encontrar para a reunião de formação do Comitê Gestor do Programa Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), traçando metas e prospectando oportunidades de forma objetiva para o mercado alagoano. O encontro aconteceu na Casa da Indústria, em Maceió.

Notícias relacionadas