menu

Bahia

01/07/2015


Ministério da Integração rebate cobrança de ACM Neto

O município de Salvador tem liberado para obras de contenção de encostas, aproximadamente, R$ 30 milhões, sendo R$ 8 milhões do Ministério da Integração Nacional (MI) e R$ 21,9 milhões do Ministério das Cidades.
A informação foi divulgada pela assessoria do MI, na noite desta terça, 30, após declarações do prefeito ACM Neto, pela manhã, em solenidade no Palácio Thomé de Souza.
Neto cobrou repasses de recurso do governo federal para que a cidade possa enfrentar o período de chuva.
"Tirar foto na hora do problema é fácil, mas liberar dinheiro, até agora, nada. Lembrando que as chuvas na cidade começaram desde 9 de abril", disse Neto.
De acordo com o prefeito, a gestão municipal já gastou cerca de R$ 60 milhões de recursos próprios por conta da chuva, sem o apoio do governo. "Só de manutenção, foram mais de 40 milhões", afirmou Neto.
Por meio de nota, a assessoria do MI informou que, ao contrário do que foi dito pelo prefeito, o governo federal enviou recursos para ações de apoio à população atingida pelas chuvas no município.

No dia 29 de abril, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, sobrevoou as áreas afetadas e reuniu-se com autoridades locais para definir as necessidades do município, segundo a nota.

Depósito

"No dia 21 de maio, o MI depositou R$ 1,7 milhão na conta da prefeitura de Salvador por meio da ordem bancária 2015OB00108. Os recursos foram destinados para a execução de ações de restabelecimento de serviços essenciais", esclarece a nota.

Ainda segundo o ministério, a liberação dos recursos foi comunicada à prefeitura de Salvador e à presidência da Câmara Municipal no dia 22 de maio.

A Tarde

Notícias relacionadas