menu

Brasil

05/12/2016


Ministro do TCU e ex-presidente da Câmara são alvos da Lava-Jato

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão nesta segunda-feira 5 nas casas do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo e do ex-presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-RS) no âmbito da Operação Lava Jato.

Os dois são suspeitos de terem cobrado propina para proteger fornecedores da Petrobras na CPI que investigou a estatal em 2014. A coleta de provas foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, relator da Lava Jato na corte.

Vital atuava como senador e presidia duas CPIs que investigavam a Petrobras, uma composta apenas por senadores e outra mista – com senadores e deputados. Nesta, o relator era Marco Maia.

Com base na delação do ex-senador Delcídio Amaral, Teori autorizou, em maio, a abertura de um inquérito para investigar os dois, atendendo a um pedido da Procuradoria Geral da República, que apontou indicação de crimes de concussão ou corrupção passiva.

Notícias relacionadas