menu

Paraíba

25/08/2015


Ministro dos Portos diz que país observa desempenho de Ricardo Coutinho

O ministro da Secretaria de Portos da Presidência da República, Edinho Araújo, declarou na tarde desta segunda-feira (24), durante assinatura de convênio no Palácio da Redenção, em João Pessoa, que vem acompanhando com atenção o desempenho do governador Ricardo Coutinho (PSB) “como homem público de zelo e bom uso dos recursos públicos”.
“Com uma agenda positiva como esta, e com um governo feito por vossa excelência aqui no Estado, que é exemplo e o Brasil reverência, que eu venho aqui trazer e dizer que estamos juntos para que possamos dar outros passos e novos atos, e que em novas agendas positivas possamos construir juntos, com o apoio da bancada federal e, sobretudo, dos empreendedores desse Estado e do País”, afirmou.

Durante discurso, o ministro comentou que o atual nível de desempenho atual dos portos brasileiros está acima do registrado em 2014. A assinatura do novo convênio prevê a liberação de recursos federais na ordem de R$ 3 milhões para obras de sinalização noturna, que possibilitará a ampliação do horário de funcionamento do Porto de Cabedelo.

“Essa parceria simboliza o investimento em ações de segurança do Porto e na possibilidade de ampliação de seu funcionamento. Na prática, isso significa competitividade, significa colocar um instrumento a mais a serviço do Porto de Cabedelo. Esses recursos já estão liberados e serão repassados para que o Governo do Estado faça as licitações necessárias. É um convênio importantíssimo para um Porto que tem muita importância para a economia do país”, relatou o ministro.

O governador Ricardo Coutinho, em sua explanação, afirmou que a assinatura do convênio ajudará o Estado num período de grave crise econômica. De acordo com ele, o Porto de Cabedelo tem uma posição estratégica fundamental para o Nordeste e também para outros portos maiores, a exemplo de Suape, na região metropolitana de Recife (PE), e de Pecem, em São Gonçalo do Amarante (CE). O socialista ainda cobrou o apoio do governo federal para que a cabotagem de combustível não seja suspensa pela Petrobras.

O governador continuou o discurso defendendo a ampliação da discussão e dos investimentos sobre o futuro do Porto de Cabedelo. “É fundamental que o setor empresarial possa discutir qual é o futuro imediato que nós temos em relação aos negócios que estão lá estabelecidos”, disse.

E Ricardo Coutinho complementou: “Vai chegar o momento em que você irá ter uma refinaria operando aqui próxima, em que você vai precisar de acomodações que melhorem o nosso potencial e que diversifiquem as cargas que esse porto majoritariamente transporta. É preciso que possamos abrir para uma série de possibilidades. Mas, a partir da constatação de que não temos expectativas em curto prazo de um investimento público, é claro que nós precisamos buscar esse investimento onde ele esteja disponível, que pode estar na iniciativa privada”.

Na oportunidade, o presidente da Companhia Docas da Paraíba, Lucélio Cartaxo, afirmou que a ampliação do horário de funcionamento possibilitará um crescimento econômico entre 5% a 10% ao ano, através do Porto de Cabedelo. “Esse convênio irá gerar a condição para que o Porto de Cabedelo possa operar em 24 horas, isso favorece a nossa economia e é apenas o passo inicial para que futuras ações estruturantes possam ser concretizadas no equipamento”, destacou. A licitação para as obras da sinalização noturna será feita por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão. 

WSCOM Online

Notícias relacionadas