menu

Brasil

19/02/2014


Miss Turismo da Venezuela é morta durante manifestação contra Maduro

Mundo

Um tiro disparado por homens em uma moto atingiu a cabeça e provocou a morte da Miss Turismo da Venezuela e estudante de marketing Génesis Carmona, 22 anos. Ela participava de um protesto contra o governo, ontem, na cidade de Valencia, no estado de Carabobo. Morreu hoje (19), por volta de 14h30, no horário de Brasília.

Na clínica em que foi atendida, está internado Enyerson Alejandro Ramos, estudante de 17 anos, baleado no peito. Segundo os médicos, o rapaz é acompanhado na Unidade de Terapia Intensiva e seu quadro é estável. Outros seis feridos nas mesmas circunstâncias foram levados para a clínica, mas não há informação sobre a gravidade dos ferimentos.

Os jornais de Valencia relatam que pessoas encapuzadas golpearam violentamente um jovem que fazia parte da manifestação. O governo venezuelano não se manifestou sobre a morte da Miss Turismo.

Cerca de 70 pessoas, segundo a Polícia Militar, participam neste momento de manifestação em frente ao Consulado da República Bolivariana da Venezuela, no Jardim Paulista, na região da Avenida Paulista. O ato em apoio ao governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, começou por volta das 14 horas.

Os manifestantes, ligados a movimentos sociais brasileiros e venezuelanos, empunham faixas de apoio a Maduro e bandeiras da Venezuela. O ato conta com participação do cônsul-geral da Venezuela em São Paulo, Roberto Torrealba.

Notícias relacionadas