menu

Bahia

24/11/2015


Morre, aos 90 anos, o ex-governador Lomanto Júnior

O ex-governador da Bahia Antonio Lomanto Júnior, que iria completar 91 anos no próximo domingo, morreu na noite desta segunda-feira, 23, no Hospital Português, onde estava internado há 45 dias, devido a complicações renais.

O corpo de Lomanto Júnior será velado no Palácio da Aclamação (Av. Sete de Setembro, ao lado do Passeio Público), nesta terça, 24.
Ainda na terça, o corpo será trasladado para o município de Jequié, sua terra natal, quando será velado na Catedral de Santo Antônio. O enterro está marcado para as 17 horas no Cemitério São João Batista.

Avô do deputado estadual Leur Lomanto Junior (PMDB), o ex-governador Lomanto Júnior começou a carreira política em 1946, como vereador de Jequié, no sudoeste do estado.

Foi prefeito da cidade, alcançando projeção ao levantar a bandeira do municipalismo, fato que o levou a conquistar o governo do estado no ano de 1962, sendo eleito o governador mais jovem da história da Bahia, aos 37 anos.
Lomanto Júnior também foi deputado estadual, deputado federal e senador da República, entre 1979 a 1987. Ele encerrou a trajetória na política como prefeito de Jequié, no final dos anos 1990.
Durante o mandato de governador, Lomanto respondeu pela implantação do Centro Industrial de Aratu e, em Salvador, reconstruiu o Teatro Castro Alves e construiu a Avenida Contorno.
Também inaugurou estradas importantes na Bahia, como as ligações com a BR-101, e eletrificou todo o Estado, integrando os Sistemas Paulo Afonso e Funil.
Lomanto deixa a esposa, Hildete, cinco filhos (Lomanto, Leur, Lilian, Tadeu e Marco Antonio), dez netos e dez bisnetos.

Notícias relacionadas