menu

Brasil

10/06/2016


MPF cobra US$ 10 milhões da mulher de Cunha para reparar corrupção

O Ministério Público Federal encaminhou ao juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, pedido para impor o pagamento de US$ 10 milhões (33,9 milhões de reais na cotação de hoje) à jornalista Cláudia Cruz, mulher do presidente afastado da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, ao lobista João Augusto Henriques, ao ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada e ao empresário Idalécio Oliveira para reparar os danos causados pela corrupção.

Nesta quinta, os quatro se tornaram réus por pagamento de propina, remessa de recursos ao exterior e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras e um contrato no Benin.

Com dinheiro que o MP diz ser resultado de propina, entre 2008 e 2014, a conta suíça Kopek, que tinha Cláudia como beneficiária final, lavou 1,079 milhão de dólares (cerca de 3,66 milhões de reais) na compra de serviços e artigos de luxo.

Notícias relacionadas