menu

Maranhão

23/11/2015


Murad não poderá sair de São Luís sem autorização judicial

Por decisão do juiz titular da 1ª Vara Federal do Maranhão, Roberto Carvalho Veloso, Ricardo se livrou, mais uma vez, do pedido de prisão preventiva, feito pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal. O magistrado negou o pedido por achar que a PF não conseguiu provar a destruição de provas que poderiam ajudar nas investigações. Mas o ex-deputado e ex-secretário de Saúde está impedido de sair de São Luís sem autorização judicial.

Ele também teve que entregar seu passaporte à Justiça. Em seu despacho, o juiz Roberto Veloso também autorizou a Polícia Federal a fazer busca e apreensão em um imóvel na Avenida São Luís Rei de França, que estaria sendo usado por familiares de Murad. Caso o acesso da PF fosse bloqueado por quem quer que seja, os agentes estavam autorizados a arrombar a porta e entrar à força.

 

Em defesa de Murad

O deputado estadual Sousa Neto também usou as redes sociais para defender o ex-secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, de quem é genro. Em seu posicionamento, o parlamentar elogia o trabalho desenvolvido pelo sogro na área da Saúde do estado, após a operação deflagrada pela Polícia Federal no início da semana, em que o ex-deputado foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento.

Sousa Neto que não comparece às sessões da Assembleia Legislativa desde a semana passada, resolveu romper o silêncio e enaltecer o trabalho do ex-secretário Ricardo Murad. “A verdade é que Ricardo Murad é o homem que revolucionou a saúde no estado do Maranhão, com as UPAs, dezenas de hospitais, implantação de especialidades, em uma rede de saúde idealizada e construída com responsabilidade”, diz o deputado em um dos trechos da nota.

O parlamentar aproveita também para criticar a atual gestão do governo do estado na área da saúde. “E quem um dia precisou do serviço na rede estadual sabe do que eu estou falando. Comparem como era antes e como está hoje, em apenas 11 meses do governo da mudança”, ressaltou Sousa Neto.

Notícias relacionadas