menu

Brasil

24/03/2014


Na Venezuela, opositora tem mandato cassado no Congresso

Política

O presidente da Assembleia Nacional (Congresso) da Venezuela, Diosdado Cabello, anunciou nesta segunda-feira que a importante política de oposição Maria Corina Machado perdeu sua cadeira na Assembleia Nacional e não tem mais imunidade judicial por seu suposto papel em fomentar a violência nacional nos protestos antigoverno.

Cabello afirmou que Machado violou a Constituição ao discursar perante a Organização dos Estados Americanos (OEA) na semana passada sob convite do Panamá, que cedeu seu assento no grupo com base em Washington para que ela pudesse fornecer aos diplomatas regionais um relato em primeira mão dos tumultos que atingem o país há semanas.

O presidente Nicolás Maduro se referiu a Machado como "ex-congressista" no sábado, poucos dias depois de prender dois prefeitos da oposição por uma suposta conspiração com os EUA para depor seu governo que está há 11 meses no poder.

Machado respondeu em uma mensagem do Twitter nesta segunda-feira, dizendo: "Pousando em Lima. Sr. Cabello: Eu SOU uma congressista enquanto a população da Venezuela quiser."

iG

Notícias relacionadas