menu

Internacional

26/06/2015


“Não devemos ceder ao medo”, diz Hollande após morte em atentado na França

O presidente de França, François Hollande, disse hoje (26) que é preciso não ceder ao medo, após um atentado que classificou como terrorista em uma fábrica perto de Lyon. Ele afirmou que o momento é de prevenir novas ações terroristas.

Hollande interrompeu a reunião de líderes europeus da qual participa, em Bruxelas, para fazer a declaração e anunciou que voltará em seguida para a França, onde deverá ter uma reunião emergencial de crise. "Nunca devemos ceder ao medo", disse o presidente da República francesa.

Mais cedo, um homem envergando uma bandeira islâmica atacou hoje uma instalação industrial de gás perto de Lyon, fazendo pelo menos um morto e vários feridos.

Segundo uma fonte judicial citada pela France Presse, o homem teria entrado em uma fábrica, em Saint-Quentin-Fallavier e detonado vários pequenos engenhos explosivos.

De acordo com o presidente Hollande, o autor do crime já teria sido identificado. Próximo à fábrica foi encontrado um corpo decapitado e a cabeça continha inscrições. O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve está a caminho do local do atentado.

Notícias relacionadas