menu

Brasil

19/12/2014


Negociações dos Associados e do JC persistem, mas com desmentidos

O mercado da comunicação no Nordeste se mantém acesa com informações mantidas nos bastidores de que o Grupo Hap Vida, do Ceará, amplia os entendimentos como assumir o controle dos Diários Associados em Pernambuco, Paraiba e Rio Grande do Norte, depois de ter adquirido as filiais do SBT em Maceió e Natal. Outra informação desmentida dá conta de que o empresário da área de Educação, procurador José Janguiê, está conversando sobre a compra do Jornal do Comércio. As duas informações não são novas e perduram nas conversas empresariais e do meio de comunicação desses estados, incluindo São Paulo.

 

O mais antigo executivo dos Diários Associados em Pernambuco, Joezil Barros, manteve contato com a reportagem da Revista NORDESTE informando que não tem como tratar do assunto, até porque qualquer que seja a natureza negocial ela precisa ser feita através do diretor presidente dos Condôminos dos Diários Associados, Álvaro Teixeira, presidente também do jornal Estado de Minas.

 

– Não vamos nos reportar a boatos e conversas, portanto, como informação oficial declaramos que o diretor presidente Álvaro Teixeira, dos Condôminos dos Diários Associados, é quem pode tratar do assunto – declarou.

 

A reportagem da NORDESTE manteve contatos com a direção em Belo Horizonte, mas a secretária do Sr, Álvaro Teixeira informou que ele será comunicado do assunto e se posicionará, ou não, na sequência.

 

JORNAL DO COMÉRCIO – Em Recife, são inúmeras as rodas empresariais e de jornalismo dando conta de que o empresário da área de educação,José Janguiê, vem mantendo entendimentos reservados para a aquisição do Jornal do Comércio.
A assessora de imprensa do empresário, Silvia Fragoso, revelou à reportagem da NORDESTE que inexiste essa operação.

 

– Isto é matéria antiga, requentada, sem a menor procedência – afirmou.

 

O Grupo Jornal do Comércio liderado pelo empresário João Carlos Paes Mendonça tem ação na midia impressa, rádio, TV e Internet. O ex-dono do Bompreço foi responsável pelo resgate do Impressio fechado por falência.
 

Notícias relacionadas