menu

Brasil

03/04/2017


Nicolelis: Ciência sem Fronteiras deve voltar se democracia retornar

Um dos mais premiados cientistas brasileiros, Miguel Nicolelis usou seu perfil no Twitter para lamentar neste domingo o fim do programa Ciências sem Fronteiras, decretado pelo governo de Michel Temer, e apontado como um dos grande avanços promovidos pelo governo de Dilma Rousseff.

Para Nicolelis, o fim do programa representa grande retrocesso na educação brasileira e grande perda para os jovens que não podem pagar por intercâmbio.

"Brasil correndo a toda velocidade rumo ao passado! Sociedade que solapa sonhos da juventude comete o pior dos crimes! Nunca a juventude brasileira teve uma oportunidade como esta. Nunca a ciência brasileira foi tão oxigenada por novos ares e novas visões", escreveu o cientista.

Apesar da tristeza, Nicolelis tem esperança de que o Ciências sem Fronteiras seja retomado em algum momento.

"Espero que este seja apenas um até logo e que quando a democracia volte ao Brasil, este programa possa ser reativado, melhorado e expandido! Elogiado em todo o mundo, Ciências sem Fronteiras permitiu que 108 mil jovens conhecessem os horizontes da ciência brasileira. Ao longo dos últimos anos, em todas as minhas palestras pelo mundo, me emocionei ao encontrar alunos brasileiros q descobriam mundo para o programa".

Notícias relacionadas