menu

Brasil

10/02/2015


Norte e Nordeste apresentam os maiores percentuais de trabalhadores por conta pr

ECONOMIA

No 4º trimestre de 2014, a população ocupada era composta por 69,5% de empregados, 4,2% de empregadores, 23,4% de trabalhadores por conta própria e 2,8% de trabalhadores familiares auxiliares. A pesquisa apontou diferenças regionais com relação à forma de inserção do trabalhador no mercado de trabalho.

Nas regiões Norte (29,9%) e Nordeste (29,7%) o percentual de trabalhadores por conta própria era superior ao observado nas demais regiões. O mesmo foi constatado para os trabalhadores familiares auxiliares, as regiões Norte (6,7%) e Nordeste (4,1%) apresentaram participação maior destes trabalhadores.

Parte expressiva dos empregados estava alocada no setor privado (72,8%), 18,0% no setor público e os demais no serviço doméstico (9,3%). O destaque é a expansão da participação dos trabalhadores domésticos na população ocupada, ocorrida na região Norte, de 8,8% para 9,5%.

Carteira assinada

No 4º trimestre de 2014, 77,7% dos empregados do setor privado tinham carteira de trabalho assinada, um avanço de 0,6 ponto percentual em relação a igual trimestre de 2013. Entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 32,1% tinham carteira de trabalho assinada no 4º trimestre de 2014, acima dos 31,1% registrados no mesmo trimestre do ano passado. Os militares e servidores estatutários correspondiam a 68,2% dos empregados do setor público.

As regiões Norte (64,8%) e Nordeste (63,4%) apresentaram os menores percentuais nesse indicador. No mesmo período, com exceção da região Sudeste, que registrou estabilidade, a proporção dos empregados do setor privado com carteira assinada aumentou em todas as regiões. No 4° trimestre de 2014, entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 32,1% deles tinham carteira de trabalho assinada, o que representou um avanço frente à proporção do 4º trimestre de 2013 (31,1%).

Notícias relacionadas