menu

Brasil

27/08/2015


Nova edição da NORDESTE analisa desafios, problemas e perspectivas da região

Especial 9 anos

Apesar de apresentar crescimento constante acima do nacional, o Nordeste permanece atrasado em comparação ao Sul e Sudeste. A região até melhorou. Praticamente erradicou a miséria e elevou seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), avançou nas oportunidades de emprego e ensino. Uma parte desse mérito vem da força da própria região e outra parte foi possível graças aos programas e investimento do Governo Federal, principalmente a partir do governo do PT. Contudo, a questão que se levanta é:  por que as desigualdades se mantém?

Na sua edição de aniversário de 9 anos, a Revista NORDESTE busca traçar os vários aspectos econômicos da região, mostrar um pouco do crescimento, os avanços, desafios e vocações. Para isto, ouviu economistas, cientistas e sociólogos. O resultado é um painel complexo, mas rico, de uma região cheia de contrastes.

Em um caderno especial, alusivo aos 60 anos da Universidade Federal da Paraíba, a história, os desafios e perspectivas de uma das maiores instituições de ensino da região, que tem papel fundamental nas bases educativas e intelectuais do estado, são explanadas através de dados, análises e uma entrevista especial com a atual reitora Margareth Diniz. 

Acesse a edição de aniversário da Revista NORDESTE e leia a análise aprofundada sobre os desafios, problemas e perspectivas dos nove estados nordestinos diante da cena nacional.

Notícias relacionadas