menu

Brasil

16/03/2015


Nova fase da Lava Jato prende novamente Duque e Assad

Um dia depois das manifestações, a Polícia Federal deflagra a décima fase da Operação Lava Jato, batizada de 'Que país é esse?', numa alusão a uma música de Renato Russo; foram presos Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, e Adir Assad, empresário que foi acusado, durante a CPI do caso Cachoeira, de emitir notas frias para empreiteiras, sobretudo a Delta Engenharia; ao todo, 40 policiais participam da operação; são dois mandatos de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e 12 de busca e apreensão; a decisão pode criar conflito com o Supremo Tribunal Federal, uma vez que o ministro Teori Zavascki determinou, em janeiro, a soltura de Duque, alegando que não havia risco de fuga do País

Foram presos preventivamente Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, e Adir Assad, empresário acusado, durante a CPI do caso Cachoeira, de emitir notas frias para empreiteiras – sobretudo, a Delta.

Ao todo, 40 homens da Polícia Federal cumprem dois mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e 12 de busca e apreensão.

Esta décima fase da Lava Jato foi batizada de 'Que país é esse?', numa alusão a uma música composta por Renato Russo, da Legião Urbana, que fez sucesso na década de 80.

A decisão pode criar conflito com o Supremo Tribunal Federal, uma vez que o ministro Teori Zavascki determinou, em janeiro, a soltura de Duque, alegando que não havia risco de fuga do País.

BRASIL 247

Notícias relacionadas