menu

Brasil

13/01/2014


Novos hospitais no Nordeste

NESTA EDIÇÃO

Investimento da ordem de R$ 420 milhões servirá para a construção de cinco unidades no Norte do país e uma no Nordeste, no estado da Paraíba. A previsão é de que as obras comecem já em 2014

O ano de 2014 deve começar com a construção de pelo menos seis novos hospitais públicos no Norte e Nordeste do Brasil. O Governo Federal tem R$ 420 milhões previstos para a construção desses hospitais-escola. Na região Norte, eles serão instalados no Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Tocantins, e no Nordeste, haverá a construção de um hospital-escola na Paraíba, na cidade de Campina Grande. A previsão é que as novas unidades comecem a ser construídas já em 2014.
“Em um primeiro momento, expandir cursos em certas regiões é difícil por causa da falta de hospitais de ensino, mas já é planejada a melhoria de toda a rede”, afirma José Rubens Rebelatto, presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal ligada ao Ministério da Educação que administra os 47 hospitais universitários do País.

Coordenado pela Ebserh, o Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) investiu neste ano R$ 770 milhões em obras e equipamentos, e reserva R$ 958 milhões para o ano que vem. “Além disso, pela primeira vez nos últimos anos, todos os hospitais universitários federais fecharão o a no sem déficit no caixa”, ressalta Rubens Rebelatto.
Os hospitais-escola federais em atuação também receberão recursos no começo do próximo ano. Foram liberados R$ 163,9 milhões para serem utilizados em atividades de atenção à saúde, nos serviços ambulatoriais e hospitalares. Os recursos que contemplarão todas as 47 unidades da é gerido Ebserh, executado em parceria pelos ministérios da Educação e Saúde.
 

 

Leia mais na edição 85 da Revista NORDESTE, já nas bancas!

Notícias relacionadas