menu

Alagoas

25/11/2016


Número de casamentos gays cresce 166% em um ano em AL

A quantidade de casamentos civis entre pessoas do mesmo sexo aumentou 166% em um ano. É o que revelam as Estatísticas do Registro Civil 2015, divulgadas ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2014, foram 18 uniões desse modo oficializadas no Estado, sendo 3 entre homens e 15 entre mulheres. No ano seguinte, segundo o IBGE, foram 48.

Conforme o levantamento do IBGE, Alagoas oficializou mais casamento entre mulheres do que entre homens. Foram 29 uniões femininas e 19 masculinas registradas devidamente em cartório no ano passado.

A pesquisa revelou que a maior parte dos casamentos gays ocorreu em Maceió, tanto entre pessoas do sexo masculino (13) como do sexo feminino (19). A região Agreste, onde fica a segunda maior cidade de Alagoas, Arapiraca, vem logo atrás da capital em número de uniões.

Um dado interessante é que um alagoano casou em Alagoas com um homem de outro País no ano passado. Os demais são brasileiros. Ato semelhante aconteceu com uma alagoana, que também oficializou a relação homoafetiva com uma estrangeira em 2015.

A maioria dos casamentos entre mulheres no Estado aconteceu em dezembro. Foram 11 dos 29 de todo o ano. Foi nesse mês que o Tribunal de Justiça (TJ) de Alagoas, dentro do projeto Justiça Itinerante, celebrou a união de vários casais gays. Quatro uniões foram oficializadas entre homens em dezembro do ano passado.

Com relação à idade dos cônjuges, as estatísticas mostraram que ocorreu um casamento entre homens em Alagoas com idade entre 15 e 19 anos no ano passado e outro entre pessoas que tinham 60 e 64 anos. A maior parte tinha entre 20 e 44 anos quando se casou.

Notícias relacionadas