menu

Pernambuco

31/08/2015


Número de policiais mortos em 2015 chega a 18

Subiu para 18 o número de policiais mortos em Pernambuco em 2015. Menos de 24 horas depois do assalto que resultou no falecimento da policial civil Tatiane Ribeiro de Melo, o cabo Adriano Batista da Silva, 41 anos, do 11º Batalhão da Polícia Militar, na Zona Norte do Recife, foi assassinado, baleado na cabeça pelo soldado Flávio Oliveira da Silva, 32, no interior da viatura, às margens do Açude de Apipucos. O sepultamento será nesta segunda (31/08), no Cemitério Parque das Flores, com honras militares. A polícia decretou luto oficial por três dias.

Depois de vários boatos sobre o comportamento conturbado e a saúde mental do acusado, a polícia confirmou que ele já havia passado por cirurgia neurológica e sido atendido em 2013 pelo Núcleo de Apoio ao Dependente Químico, por uso de álcool, e pelo Gabinete de Psiquiatria da corporação, “de onde recebeu alta médica, reabilitando-o para o serviço policial militar.” Flávio estava há seis anos na PM e tinha passado antes pelo 17º (Paulista) e o 19º Batalhão (Boa Viagem). Há 30 dias atuava na nova unidade, no patrulhamento ostensivo.

No local do crime comentava-se que a discussão entre os militares foi sobre quota racial. A respeito da especulação, o comandante da Polícia Militar, coronel Pereira Neto, afirmou em nota que desde 1998 oferece disciplina de direitos humanos.

JC Online

Notícias relacionadas