menu

Brasil

19/12/2017


Odebrecht deixa cadeia e vai para prisão domiciliar

Um dos mais conhecidos réus da Lava Jato, Marcelo Odebrecht deixa a prisão nesta terça (19) para voltar à sua casa no Morumbi, bairro nobre na zona oeste de São Paulo. Da cela ao luxo, o empresário terá uma espécie de fortaleza que lhe promete garantia de privacidade e distância de curiosos, críticos e até mesmo dos próprios vizinhos.

Dois anos e meio depois –ou precisamente 914 dias– o executivo voltará ao lugar onde foi preso pela PF (Polícia Federal) para, agora, cumprir pena em regime domiciliar fechado, com o uso de tornozeleira eletrônica.

Pelo acordo firmado com o Ministério Público Federal, o empreiteiro só poderá sair de casa duas vezes nos próximos dois anos e meio, mas terá condições bem diferentes das encontradas na carceragem da PF e no CMP (Complexo Médico Penal), em Pinhais, na Grande Curitiba, onde esteve enclausurado nos últimos anos.

Em um condomínio residencial de alto padrão, Marcelo voltará a viver com conforto. Deve encontrar também calmaria, respaldado por forte esquema de segurança. Dos moradores que, em sua maioria, não querem holofotes para a volta do herdeiro da Odebrecht, o empreiteiro deve contar com discrição.

Brasil 247

Notícias relacionadas