menu

Pernambuco

28/12/2015


Orçamento federal prevê R$ 756 milhões para Refinaria Abreu e Lima

O orçamento de 2016 do governo federal prevê para 2016 uma cifra de R$ 756 milhões para investimento da Petrobras na Refinaria Abreu e Lima. O empreendimento, que já deveria estar todo pronto, sequer concluiu a construção da primeira de suas duas etapas. Já opera, mas sem todas as licenças.

Conforme escreveu Adriana Guarda, repórter do JC, na última quarta-feira (23), hoje o processamento da primeira fase da refinaria está limitado a 64% por conta do descumprimento de exigências ambientais. Para a licença contemplar 100%, é preciso retomar obras de uma unidade chamada SNOX, responsável pelo processamento de petróleo com menor teor de emissão de enxofre e outros gases.

A refinaria foi anunciada em 2005, ainda com projeto na fase de rascunho, estimada em US$ 2,4 bilhões e tinha conclusão esperada para 2010. Em março de 2015, a ex-presidente da estatal, Graça Foster, anunciou que o custo de implantação estava em US$ 18,5 bilhões.

As obras começaram a parar após a crise estourar no colo da Petrobras. A corrupção consumiu os recursos da companhia e, em uma reação em cadeia, as obras na refinaria pernambucana pararam. Agora o orçamento de 2016 prevê novos recursos para o empreendimento.

Notícias relacionadas