menu

Pernambuco

28/08/2015


Ordem para matar empresária veio de dentro de presídio

Um dos homens acusados de assassinar a empresária Maria Adriane Vieira Lima da Silva, 28 anos, em Caruaru, foi preso ontem pela polícia. Segundo o delegado Márcio Cruz, o suspeito, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi o autor dos disparos que mataram a vítima, dentro do salão de beleza dela no Centro da cidade. O crime ocorreu na quarta-feira.

A polícia suspeita que a ordem para matar Maria Adriane tenha vindo de dentro do Presídio Doutor Ênio Guerra Pessoa, em Limoeiro. O detento Rozivaldo dos Santos Martins, 33, apontado como o mandante do crime, foi autuado em flagrante. Os investigadores procuram agora o terceiro suspeito.

Segundo foi apurado na investigação, o detento teve algumas discussões com o marido da vítima, também presidiário, na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. Rozivaldo resolveu mandar matá-la para se vingar do rival após ter sido transferido de unidade prisional, de acordo com o delegado.

A empresária foi executada com três tiros na cabeça, no fim da manhã da quarta-feira, quando o salão estava lotado. Segundo a polícia, dois homens entraram no estabelecimento, perguntaram quem era Maria Adriane e fizeram vários disparos. O corpo da vítima foi sepultado na manhã de ontem, no Cemitério de Caruaru.

Quem tiver informações sobre o paradeiro do terceiro suspeito pode telefonar para o Disque-Denúncia Agreste, pelo número (81) 3719-4545. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Caruaru. 

Notícias relacionadas