menu

Bahia

30/06/2016


Otto nega articulação com Temer e repudia Folha: “sacanagem”

Fiel ao ex-ministro Jaques Wagner e à presidente Dilma Rousseff, o presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, nega que esteja se aproximando do governo do vice-presidente em exercício, Michel Temer (PMDB).

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, o senador baiano, que votou contra a admissibilidade do processo de impeachment, estaria sendo alvo de uma investida do governo interino para mudar seu voto na decisão final.

Segundo a publicação, Alencar será indicado para liderar um projeto do governo que visa reunir em relatório a situação de pelo menos 20 mil obras paradas no País. Temer tem interesse em retomar algumas delas para movimentar a economia, e para isso buscará um acordo com o Senado.

Para Otto, a afirmação do jornal é 'falta de informação'. Ele explicou que é presidente das comissões de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle; e de Defesa do Consumidor, onde estão projetos de interesse do governo provisório, e classificou a insinuação da Painel como "sacanagem" e "mentira extraordinária".

Notícias relacionadas