menu

Brasil

14/05/2014


Pacientes denunciam superlotação no Procape

PERNAMBUCO

Equipes do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) e do Conselho Federal de Medicina (CFM) constataram, na última terça-feira (13), que o Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape) está com superlotamento na unidade de saúde, o que prejudica a melhora na saúde dos internados.

A vistoria, realizada após denúncias dos próprios pacientes, mostra que o setor de emergência do Procape tem capacidade para receber 33 leitos, no entanto, há 118 pacientes internados. No momento da visita, havia alguns enfermos deitados nos corredores e outros sentados em poltronas.

Segundo o integrante da Comissão de Fiscalização do CFM, Eurípedes Souza, a situação é perigosa para os médicos e, principalmente, para os pacientes. "Foi verificado um caos, com superlotação de pacientes, improvisações, médicos estressados, pacientes sem macas e em condições desumanas, além de poucos banheiros paras os pacientes internados", afirmou.

Outros hospitais públicos do Recife serão vistoriadas nos próximos dias, baseadas na baseada na resolução 2.056/2013, que estabelece a relação de equipamentos e de infraestrutura mínimos para o funcionamento de consultórios, ambulatórios e postos de saúde.

Com informações da assessoria  

Notícias relacionadas