menu

Pernambuco

09/06/2015


Pacote em PE inclui construção do Arco Metropolitano e duplicação na BR-

A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou, na manhã desta terça-feira, um pacote de concessões e investimentos em infraestrutura estimado em R$ 198,4 bilhões. O estado de Pernambuco será beneficiado com projetos em duas rodovias federais: a BR-101 e a BR-232, além da construção do Arco Metropolitano. Os investimentos para a região Nordeste, que incluem as obras no estado, são na ordem de R$ 4,2 bilhões.


Na BR-101, será realizado uma melhora do acesso ao Porto de Suape, em Ipojuca, no Litoral Sul. Já na BR-232, foi autorizado a duplicação do trecho que vai da cidade de São Caetano, no Agreste do estado, até o distrito de Cruzeiro do Nordeste, no município de Sertânia, no Sertão.


Em Pernambuco, o governo também anunciou a construção do Arco Metropolitano, via que tem como objetivo desafogar o tráfego de veículos na BR-101. A rodovia é vista como primordial para o escoamento da produção da fábrica da Fiat, instalada em Goiana, na Zona da Mata Norte.

O arco está separado em dois lotes. O primeiro liga Goiana ao cruzamento da BR-232 com a BR-408. O segundo vai do Cabo Santo Agostinho até a BR-232. O valor estimado da obra, até o momento, é de R$ 1 bilhão. Já o trecho da duplicação da 232, entre São Caetano até Cruzeiro do Nordeste, tem uma extensão de 131,4 quilômetros.O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), participou da solenidade, em Brasília.


Segundo o governo federal, a maior parte dos recursos do pacote, R$ 86,4 bilhões, será destinado a obras de construção e ampliação de ferrovias. Rodovias receberão R$ 66 bilhões. De acordo com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, os investimentos deverão começar em 2015 e se estender até depois de 2019.

Diario de Pernambuco

Notícias relacionadas