menu

Brasil

17/06/2016


Padilha faz apelo para Lava Jato chegar a conclusão

A delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, já derrubou três ministros do governo interino e colocou o suposta propina a Michel Temer na capa dos principais do país.

Diante do cenário, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, fez um apelo em um discurso a empresários de SP. Defendeu que a operação Lava Jato seja caminhada “rumo a uma definição final”.

“Tenho certeza que os principais agentes da Lava Jato terão a sensibilidade para saber o momento em que eles deverão aprofundar ao extremo e também de eles caminharem rumo a uma definição final. Isso tem que ser sinalizado porque vimos na Itália, onde não houve essa sinalização, e tiveram, depois do grande benefício que veio, efeitos deletérios que nós não podemos correr o risco aqui”, afirmou.

Na saída do evento, tentou justificar sua declaração: “O que eu disse é que tenho certeza que as autoridades da Lava Jato saberão o momento em que deverão pegar, aprofundar e apontar tudo que deve apontar e pensar em concluir. Eu vi e li o que aconteceu com a Operação Mãos Limpas na Itália. Todos eles conhecem tanto quanto eu. Temos que fazer com que tenhamos o melhor resultado possível. Esse é o sentido de apontar quem é culpado e quem não é. Não teve outro significado”.

Notícias relacionadas