menu

Brasil

11/06/2014


Para torcedores da Copa, Brasil é favorito e tem o futebol mais bonito

Futebol

A dois dias da Copa do Mundo, o The New York Times, uma das mais respeitadas publicações dos Estados Unidos, divulgou uma pesquisa realizada em 19 do 32 países que terão seleções no Mundial. O estudo apontou que a seleção brasileira é favorita para os torcedores, que também acreditam que ela é a dona do futebol mais bonito.

Pessoas de Argentina, Austrália,, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Inglaterra, França, Alemanha, Grécia, Itália, Japão, México, Holanda, Portugal, Rússia, Coreia do Sul, Espanha e Estados Unidos participaram da pesquisa.

Apenas os entrevistados da Argentina, da Espanha e dos Estados Unidos acreditam que as seleções de seus países serão capazes de superar os brasileiros. Ainda assim, eles acreditam que a segunda equipe com mais chances de vencer é a seleção brasileira.

Em outra parte do levantamento, que analisou as equipes mais odiadas, destacaram-se Argentina, Irã e Estados Unidos, lembradas pelos pesquisados em quatro, cinco e oito oportunidades, respectivamente.Curiosamente, apenas os brasileiros citaram o time de Felipão como alvo de sua torcida contrária. Outra curiosidade ficou por conta da resposta dos gregos, que torcem contra seus credores: Alemanha e Estados Unidos.

O estudo ainda perguntou qual era a seleção que jogava o futebol mais bonito. Desta vez, o Brasil foi lembrado em 17 dos 19 países como primeira opção. Comprovando o ditado "Casa de ferreiro, espeto de pau", os próprios brasileiros elegeram o futebol espanhol e depois o alemão como os mais bonitos. As duas seleções europeias também foram escolhidas pelos japoneses.

Por fim, a análise apontou que a América Latina é o continente em que os cidadãos são mais apaixonados por futebol. A Colômbia foi a campeã da pesquisa. Metade dos entrevistados se disse muito interessada no esporte bretão, enquanto apenas 6% disseram não ter interesse.

Entre os brasileiros, o índice de alto interesse foi de 40%, sendo que 12% disseram não se interessar pelo futebol. Os maiores índices de desinteresse vêm dos ingleses, franceses e norte-americanos, com, 50, 50 e 60%, respectivamente.

Para a realização do estudo, 19.780 pessoas foram pesquisadas via internet entre os dias 19 de maio e 2 de junho.

(do iG com Gazeta Press)

Notícias relacionadas